terça-feira, 6 de outubro de 2015

"Ele reagiu. Veio pra cima de mim", diz menor que matou aposentado em Mossoró

"Ele reagiu. Veio pra cima de mim", justifica menor que matou o marceneiro aposentado Elesbão Gurgel, de 62 anos, na tarde desta segunda-feira, 5, no bairro Abolição I, em Mossoró/RN. A declaração foi a Nilson Ferreira, do Blog Passando na Hora, quando chegava a Delegacia de Plantão, no Alto São Manoel.


Veja mais
"Foi um tiro de covardia", diz PM sobre o latrocínio do aposentado em Mossoró
O menor (o Estatuto da Criança e do Adolescente não permite citar nomes e nem postar fotos) contou que havia se metido numas broncas e perdeu o emprego. Estava procurando alguém para assaltar, usando um revólver que segundo ele pegou emprestado de “Gordinho”, que mora perto da Praça do Abolição IV, zona oeste de Mossoró.
Contou que a ideia “era só tomar a moto e ir embora. Ele veio para cima de meu braço para tomar o revólver. Aí eu puxei ligeiro e ele soltou. Ele tentou segurar o tambor do revólver. Eu atirei só para espantar mesmo”, relata ao ser abordado pelos policiais, deixando claro que ele tinha 17 anos e, portanto, não poderia ser preso.
Após matar Elesbão Gurgel, o menor fugiu na direção de casa (O ECA não permite citar rua ou bairro). Como viu que havia matado a vítima no blog Fim da Linha, de Alcivan Villar, abandonou perto do local do latrocínio. A moto já está com a família. A Divisão de Polícia do Oeste descobriu o nome do suspeito e passou as informações para a Policia Militar.
Foi montado um grande certo nas imediações da residência dele. Os suspeitos tentaram fugir pulando muros, mas foram alcançados pelos policiais e conduzidos a Delegacia de Plantão. Confessou de pronto e entregou a arma usada no crime. O menor deve ser apresentado ao juiz da Vara da Infância e da Juventude nas próximas 24 horas.
A maior pena que o menor pode cumpri é 3 anos de ressocialização no CEDUC.
Fonte: Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário