quarta-feira, 12 de abril de 2017

Após invadirem sítio no RN para assaltar idosos, bandidos amordaçam e matam mulher

Um suspeito, que mora cerca de 1km das vítimas, foi preso e autuado pela Polícia Civil. Caso aconteceu na cidade de Cerro Corá.
G1RN - O corpo de uma mulher de 57 anos foi encontrado, na manhã desta quarta-feira (12), na zona rural de Cerro Corá. Francisca das Chagas de Souza, de acordo com a Polícia Civil, foi amarrada, amordaçada e assassinada após três bandidos invadirem o sítio em que ela morava com o marido. Um suspeito do crime foi preso.

Segundo o delegado Paulo dos Santos Ferreira, titular da delegacia de Currais Novos e que atendeu a ocorrência, os três criminosos invadiram o sítio das vítimas na noite desta terça-feira (11).

"Quando eles chegaram anunciando o assalto, a senhora Francisca conseguiu fugir. Eles queriam dinheiro, mas como não encontraram, pegaram duas espingardas que tinham na casa e depois saíram", relatou o delegado.

Ainda de acordo com Paulo dos Santos, após o assalto, o idoso marido de Francisca das Chagas não conseguiu localizar a companheira porque estava sem crédito para ligar para ela. "Ele tem condições físicas já debilitadas e, somente nesta manhã, pediu ajuda e o corpo da mulher foi localizado. Pelas circunstâncias, atribuímos a morte dela aos três criminosos que entraram no sítio durante a noite".

Inclusive, ainda nesta manhã, a Polícia Civil conseguiu localizar e prender um dos suspeitos do crime. "Nós seguimos os rastros deixados na área onde estava o corpo da vítima e chegamos até a residência desse homem. No caminho, também encontramos uma das espingardas roubadas da casa dos idosos. Além disso, comparamos as pegadas e identificamos ser do mesmo tamanho do pé do suspeito. Diante desses indícios, fizemos a prisão dele", explicou o delegado Paulo dos Santos.

Agora, a Polícia Civil trabalha para identificar e prender os outros dois homens que teriam participado do assalto e do assassinato de Francisca das Chagas. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Técnico-Científico de Polícia para que a necropsia determine a causa da morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário