quinta-feira, 18 de maio de 2017

Gravação de Temer rende duas gafes memoráveis no ‘JN’

msn.com - O Jornal Nacional desta quarta (17) foi marcado por duas gafes que chamaram a atenção nas redes sociais. A notícia de que Joesley Batista, dono da JBS, gravou Michel Temer dando aval para que ele continuasse pagando propina a Eduardo Cunha na prisão foi o grande assunto da edição.

Segundo informações de Lauro Jardim, do jornal O Globo, Temer teria incentivado o dono da JBS, maior empresa de proteína animal do país, a comprar o silêncio de Eduardo Cunha. Logo no começo, Bonner se referiu a Temer como ‘ex-presidente’ ao noticiar a informação.
Em outro momento, a aparição de Zileide Silva em Brasília foi ‘invadida’ por uma mulher que segurava uma placa escrito ‘Eu votei na Dilma’ e ficou atrás dela durante toda a gravação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário