sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Delegado de Currais Novos fala sobre calunia e difamação em redes sociais

Repórter Seridó - Um áudio gravado por uma irmã de um cliente de um escritório de advocacia em Currais Novos acusava a advogada Milena Galvão de ter se apossado de valores de uma aposentadoria de um senhor já falecido.

João Batista procurou o escritório para dar entrada na aposentadoria que foi negada pelo INSS, após recorrer em todas as instancias o escritório de advocacia ganhou a causa, nesse período, João Batista faleceu e no dia do sepultamento a família recebeu uma carta informando da aposentadoria e que o benefício seria pago retroativo a setembro de 2016, foi ai onde gerou uma polemica desnecessária, uma irmã do falecido não entendeu o conteúdo e gravou um áudio postando em redes sociais denegrindo a advogada Milena Galvão.

Ao saber da repercussão negativa a advogada imediatamente conseguiu descobrir a autoria da gravação como também todos os comentários e compartilhamentos que serviram de prova para dar entrada em vários pedidos de indenizações que de acordo com Milena tudo será doado para a segurança pública de Currais Novos.

Milena conseguiu provar junto ao INSS que nunca houveram saques dos benefícios do Sr. João Batista já falecido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário