quarta-feira, 20 de setembro de 2017

‘Pensei que meu prédio ia cair’, diz modelo potiguar após terremoto no México

G1RN
A modelo potiguar Lisandra Mendes, que mora na Cidade do México há 10 meses, diz que passou por momentos de tensão durante o terremoto registrado no local nesta terça-feira (19). Ela contou que o prédio em que mora não sofreu danos à infraestrutura, mas um edifício que fica ao lado desabou.

“É onde mora uma amiga minha, mexicana. O prédio fica na rua do lado da minha casa, caiu mesmo, foi bem feio”, relata. Apesar da dificuldade de manter boa conexão de internet, Lisandra conseguiu conversar com o G1 e contar a situação pouco tempo depois do tremor.

A modelo diz que saiu do prédio em que mora no momento que sentiu o terremoto, junto com sua cachorra. A amiga mexicana de Lisandra Mendes que mora no edifício que caiu depois do tremor de terra não estava em casa na hora que as paredes foram ao chão. Estava no trabalho. “Que medo, que medo!”, enfatizou Lisa.

Segundo ela, há ainda mais prédios que tiveram a estrutura abalada pelo terremoto. Lisandra mora no bairro Colonia Navarte Poniente e diz que as pessoas ainda não voltaram para suas casas. "Eu estou em frente a minha casa, mas não é recomendável que a gente volte ainda. Estamos aqui aguardando orientações de como agir. Graças a Deus eu estou bem, estou atenta pra me proteger", disse a modelo.

TERREMOTO

Um forte tremor de terra abalou o México na tarde desta terça-feira (19). O Serviço Geológico dos EUA (USGS) detectou um terremoto de magnitude 7,1 com epicentro perto da cidade de Izucar de Matamoros, que fica ao sul da capital mexicana, às 15h14 (hora de Brasília). A agência Reuters ouviu autoridades locais que contabilizaram 42 mortos no estado de Morelos, 8 na capital federal, e 3 em Puebla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário