segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Mais de 3 mil pessoas visitam exposição do Memorial da Assembleia no Midway

A exposição do Memorial da Assembleia Legislativa no shopping Midway Mall, encerrou no último sábado (30), e contou, durante 15 dias, com mais de 3 mil visitantes que fizeram um passeio pela trajetória dos 182 anos do Legislativo Potiguar, a arte, a religião, a cultura e a política que se entrelaçam com os dados da história do Rio Grande do Norte.

“Essa foi uma boa oportunidade para a população conhecer alguns detalhes que aos poucos vai revelando as preciosidades de uma boa parte dos 182 anos de história da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e do trabalho dos deputados estaduais que fizeram e fazem parte desta Casa”, disse o presidente da Assembleia, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Todas as visitas foram guiadas e explicadas por historiadores do Poder Legislativo que receberam ainda alunos de 40 escolas da rede pública e particular do Rio Grande do Norte.

A exposição, que integrou parte do calendário do projeto Setembro Cidadão, foi planejada para apresentar em um espaço com grande visibilidade uma parte do acervo do Memorial do Legislativo Potiguar que mantém na sede do parlamento estadual exposição permanente com a história dos deputados e sua trajetória política, utilizando objetos pessoais dos deputados, fotos de atividade parlamentar, documentos oficiais e ilustrações que retratam a “linha do tempo” das sedes do Poder Legislativo no Rio Grande do Norte.

Na mostra, imagens das 11 antigas sedes do Poder Legislativo, a história do folclorista e ex-deputado Câmara Cascudo (que ocupou o cargo por três dias) e também o pioneirismo feminino na política e democracia do Rio Grande do Norte.

Além do ganho de conhecimento por parte da população, o próprio Memorial também ganhou com a mostra no Midway Mall. Após várias pessoas ligadas a antigos parlamentares visitarem o espaço, objetos e documentos históricos foram repassados por familiares, enriquecendo o acervo. Pelo menos 11 doações foram confirmadas, incluindo um livro original da Constituição do RN de 1947, doado pelo jornalista e pesquisador Carlos Morais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário