sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Em menos de duas horas, duas pessoas são mortas e outra é baleada em Mossoró, RN

G1RN - Em um intervalo de uma hora e meia, duas pessoas foram assassinadas e outra foi baleada em Mossoró, cidade da região Oeste potiguar, na tarde desta quinta-feira (2). Os crimes aconteceram entre as 13h e 14h30. Dois deles, no mesmo bairro: o Belo Horizonte, na Zona Sul da cidade.

O último caso ocorreu por volta das 14h30, quando dois homens chegaram a um bar no bairro Belo Horizonte e atiraram na cabeça de um taxista identificado como Antonio Carlos Tavares Dantas, de 41 anos, que estava bebendo no local. A vítima foi socorrida ao Hospital Tarcísio Maia por pessoas que estavam no estabelecimento e usaram seu próprio carro, antes da chegada da polícia. De acordo com a unidade, o estado do taxista é grave.

Mais cedo, por voltas das 13h, o corpo de Richardson Diego de Oliveira (conhecido como Dieguinho), de 20 anos, tinha sido encontrado com marcas de tiros no abdómem e na cabeça, de acordo com o Instituto Técnico-Científico de Perícia. Ele estava debaixo de uma ponte do bairro Belo Horizonte.
Corpo de Richardson Diego de Oliveira, de 20 anos, foi encontrado com marcas de tiros embaixo de ponte em Mossoró, RN (Foto: Marcelino Neto/ O Câmera)

Outro crime aconteceu em uma rua conhecida como beco das frutas, na região central de Mossoró, pouco tempo depois, próximo das 14h, no horário local (o Rio Grande do Norte não tem horário de verão). Morta a facadas, a vítima foi reconhecida como um flanelinha, mas ainda não teve sua identificação oficialmente confirmada. De acordo com testemunhas, ele estava em um bar, quando, durante uma discussão, empurrou uma pessoa. Minutos depois, sofreu vários golpes de arma branca.

O flanelinha ainda correu por cerca de 300 metros, em busca de socorro, mas morreu na porta de uma churrascaria localizada ao lado do mercado central da cidade. Ao chegar ao local, a Polícia Militar prendeu um suspeito, que foi acompanhar a perícia e foi apontado por testemunhas. Ele negou a autoria do crime.

Flanelinha correu após sofrer golpes da faca, mas não resistiu e morreu no centro da cidade de Mossoró, no RN (Foto: Marcelino Neto/ O Câmera)

Nenhum comentário:

Postar um comentário