quinta-feira, 9 de abril de 2020

48ª Morte violenta em Mossoró 2020: Confronto entre polícia e bandidos deixa um suspeito baleado e morto no Dom Jaime Câmara

Um suspeito, ainda sem identificação morreu em confronto com policiais militares no Conjunto Malvinas no bairro Dom Jaime Câmara em Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte. A ocorrência foi registrada por volta da 00h20min desta madrugada de quinta feira 09 de abril de 2020.

Segundo a PM, informações chegadas ao Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (CIOSP), davam conta de que cinco criminosos armados, teriam invadido uma residência no prolongamento da Rua Herondina Cavalcante Dantas, nas proximidades do Mosteiro Santa Clara e estavam promovendo um arrastão.

Viaturas do 12º BPM com apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) do 2º BPM foram acionados e ao chegarem no local, surpreenderam os bandidos, que se preparavam para deixar a casa, levando uma moto e pertences das vítima.

Houve troca de tiros e durante o confronto, um dos suspeitos foi baleado, sendo ele socorrido as pressas pelos próprios policiais para o Hospital Tarcísio Maia, porém o mesmo não resistiu e foi a óbito ao dar entrada na unidade hospitalar.

Ainda de acordo com a PM, outros quatro criminosos, conseguiram entrar no matagal e fugir. os policiais suspeitam que outros bandidos também tenham saído feridos no confronto. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil para os procedimentos.
Fonte: Fim da Linha

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Jovem é morto a tiros no centro de Currais Novos

Mikael Natan (Vítima)
Repórter Seridó - A Polícia Militar de Currais Novos foi acionada as 19h45 da noite desta quarta-feira (8) para atender uma ocorrência de disparos de arma de fogo na Avenida Silvio Bezerra, Centro de Currais Novos, de acordo com a PM uma pessoa identificada por Mikael Natan Costa de Oliveira foi morto por disparos, a vítima tinha 19 anos e estava sentado na calçada da casa da avó quando foi alvejado por um elemento que chegou a pé e efetuou os tiros. 

TODOS OS DETALHES NESTA QUINTA FEIRA NO BOLETIM POLICIAL DA SIDY'S TV

46º Homicídio em Mossoró 2020: Homem não identificado é executado com 16 tiros de pistola nas Malvinas

A cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou no final da noite de quarta feira 7 de abril de 2020, mais um homicídio a bala, o segundo da noite. O crime aconteceu por volta das 23h50min na Rua Edilson J. da Costa em uma região denominada de "Inferno Colorido" no Conjunto Malvinas.

Um homem aparentemente jovem, sem identificação, foi morto em via pública com cerca de 16 tiros de pistolas calibres 9mm e 380. Moradores da região ouviram os disparos e acionaram a Polícia Militar que foi ao local e depois de buscas conseguiu localizar o corpo que estava próximo a uma galeria de esgotos.

No local a unica informação que a polícia conseguiu colher, junto a moradores foi de que a vítima não morava naquela localidade e supostamente seria da cidade de Parnamirim, na região da Grande Natal. O desconhecido recebeu a maior parte do tiros, na cabeça, um crime que características de execução.
Fonte: Fim da Linha

terça-feira, 7 de abril de 2020

Governo defende isolamento para evitar mortes no RN

Na entrevista coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 07, para atualização de ações do Governo do RN em combate ao Covid-19, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, apresentou relatório com projeções feitas pela Imperial College London, instituição britânica com um foco em ciência, engenharia e medicina, que subsidiou o documento emitido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UERN).
Foto: Elisa Elsie.
"O que fizemos já evitou, com certeza, a aceleração da transmissão e, consequentemente, o número de mortes. Mas quando olhamos os números e as tendências constatamos a importância de manter as medidas e intensificá-las. O ideal seria a supressão total da circulação de pessoas, mantendo apenas as exceções estritamente necessárias, como alguns países europeus fizeram já depois de a crise instalada. Somente com medidas mais rígidas de isolamento social poderemos reduzir o contágio e retardar o esgotamento do sistema de saúde, anunciado para o final de abril ou início de maio", afirmou Cipriano Correia.

Sobre a gravidade da situação, Cipriano alertou que "Não precisamos esperar para crer. Muitas pessoas não têm sintomas. Outras podem ter sintomas gripais, mas 15% podem ter quadros graves e 5% críticos de índice de mortalidade, o que não é desprezível. Então as pessoas precisam despertar para a realidade do quadro. Evitar qualquer tipo de contato, de aproximação, de cumprimentos e manter o distanciamento é a regra básica que o mundo tem seguido que a Organização Mundial de Saúde tem recomendado para que evitemos o crescimento acelerado e a sobrecarga do sistema de saúde com desassistência e morte sem assistência, que é o que poderá ocorrer nos próximos dias no Rio Grande do Norte e como ocorre em vários países do mundo".

O secretário de Saúde informou que o Governo do RN está intensificando as ações através de todos os seus órgãos, inclusive do sistema de segurança para ampliar o isolamento social. O Poder Executivo Estadual também está atuando junto às prefeituras para o cumprimento das normas emitidas por decreto que contribuem para aumentar o distanciamento social.

Cipriano também defendeu como medida ideal a decretação de quarentena pelo Governo Federal. "Inclusive mobilizando as Forças Armadas para fazer valer toque de recolher, pois não queremos chegar ao estágio que a Itália vivenciou há algumas semanas".

HOSPITAL DE CAMPANHA

Sobre a instalação do Hospital de Campanha para ampliar o serviço público de saúde no atendimento aos infectados pelo Covid-19, o secretário explicou que serão feitas mudanças no edital em função da falta de oferta de serviços nos termos que o primeiro edital exigia com equipamentos, pessoal, insumos. "Houve dificuldades para ofertar os serviços, principalmente o equipamento mais crítico, os respiradores. Então vamos remodelar, inclusive em relação a mão de obra médica, e relançar o edital.

AQUISIÇÕES

Secretário de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro ressaltou o grande esforço que a administração estadual vem fazendo para levar proteção à população e a quem está na linha de frente como os profissionais das áreas da saúde e da segurança. "Nós já compramos R$ 7 milhões em equipamentos, via programa Governo Cidadão que utiliza recursos do empréstimo ao Banco Mundial, para somar e ajudar nesse esforço geral. Estamos destinando agora cerca de R$ 5 milhões para a compra de EPI's, mas precisamos encontrar fornecedores. Tudo isso o Governo está fazendo para proteger os profissionais para que eles possam acolher e proteger a população”.

Mineiro alertou ainda que “a população precisa se envolver e se isolar, não dá para pagar para ver. Não podemos deixar uma tragédia maior acontecer. Temos a necessidade do isolamento. As pessoas precisam se conscientizar”, concluiu.

Assecom-RN

Brasil tem 667 mortes e 13.717 casos confirmados de coronavírus, diz ministério

Balanço da pasta foi divulgado nesta terça (7). Houve 114 novas mortes em relação aos dados divulgados na segunda (6). Taxa de letalidade está em 4,9%.

O balanço dos casos de Covid-19 divulgados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (7) aponta:

667 mortes

13.717 casos confirmados
4,9 % é a taxa de letalidade

Na segunda (6), havia 553 mortes e 12.056 casos confirmados. Em relação ao balanço anterior, foram acrescentadas 114 mortes e 1.661 casos confirmados.

Rio Grande do Norte tem 22 cidades com casos confirmados de coronavírus

Grande Ponto
O mais recente boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do RN (Sesap) aponta que 22 cidades do Rio Grande do Norte já tem casos confirmados de coronavírus (Covid-19). Ao todo o Estado possui 254 casos confirmados e 2.430 suspeitos em 135 municípios.

Além destes, o RN possui quatro confirmações de residentes em outras regiões do país, mas que foram atendidos em unidades de saúde do estado. Os 8 óbitos confirmados até agora são de residentes em Mossoró (3 casos), Natal (2 casos), São Gonçalo do Amarante (1), Taipu (1) e Tenente Ananias (1).

As cidades com casos confirmados do novo coronavírus são:

Assú (8)
Apodi (1)
Areia Branca (1)
Baía Formosa (1)
Caraúbas (1)
Carnaubais (1)
Ceará-Mirim (3)
Extremoz (5)
Luís Gomes (1)
Macaíba (2)
Monte Alegre (1)
Mossoró (63)
Natal (116)
Parnamirim (28)
Passa e Fica (1)
Santo Antônio (1)
São Gonçalo do Amarante (11)
São José de Mipibu (1)
São Pedro (1)
Taipu (1)
Tenente Ananias (1)
Tibau (1)

Segundo análise projetada pela Sesap estão previstas 10 mil mortes no RN por Covid-19

O comitê de análise da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) apresentou na manhã desta terça-feira (7) os cenários possíveis para os próximos dias em relação à infecção por coronavírus. Entre os dados mais alarmantes está a previsão de 10 mil mortes no estado quando a doença atingir o pico de ação que, segundo informou a Sesap, deve ser em maio. Sem nenhuma ação esse número seria de 30 mil mortes.

Em um contexto de inação, em que não é feito nada para a conter a disseminação, até o dia 10 de abril, o estado estaria com 43 mortes. Com a ação de isolamento, o número deve chegar a 12 nessa data e um total de 904 casos confirmados. Até agora este número é de 254 com a doença e oito mortes confirmadas.

O primeiro caso foi notificado como suspeito no estado no dia 6 de março, e confirmado no dia 12. As escolas e Universidades foram fechadas. No dia 20, foram suspensas as atividades em bares e restaurantes e dia 23 a instituição do teletrabalho e a diminuição da frota. Segundo a análise, 90 mil pessoas foram tiradas de circulação. Com isso foram evitados 120 mil infectados no RN. Em um estado de inação – em que não há interferência para conter a doença – seriam 420 fatalidades a mais até agora.

Entre os critérios, a equipe levou em conta, os dados da disseminação do coronavírus. No mundo a média é que uma única pessoa infectada consegue transmitir a doença para outras três, porém no Brasil esse número seria maior, em torno de quatro. Cruzando este dado com a variante do tempo de 4 dias necessário para o coronavírus começar a se manifestar. Além disso, a proporção de disseminação, acontece ⅓ no ambiente familiar, ⅓ nas escolas e ⅓ na comunidade em geral. Nesse cenário e sem isolamento, em maio 60% da população estaria infectada e o número de mortos atingiria 30 mil. Até 31 de abril seriam 31 mil. No pico, em 6 de maio, o estado chegaria a um milhão de infectados e mais de 15 mil óbitos. Se nada for feito, o sistema pode entrar em colapso a partir do dia 2 de maio.

A projeção foi feita pelo um comitê técnico com dados da disseminação da doença no mundo, no Brasil e no estado do Rio Grande do Norte. Avaliação usou a metodologia da Escola de Londres e o modelo Mosaico instituído pelo Dr. José Dias. A análise levou em conta os últimos 30 dias contados a partir do primeiro caso constatado no Rio Grande do Norte, no dia 6 de março.

Expansão dos leitos

Atualmente o estado conta com 9.435 mil leitos de enfermaria e 1.108 UTIs entre as redes públicas e privadas. Com a expansão o estado chegará a 1.200 UTIs e 10.000 enfermarias.

Para mudar os números, a sociedade precisaria cumprir o isolamento. “O único remédio para conseguir tratar o COVID-19 é o isolamento”, disse Dr. Ricardo responsável pelos dados.

Hospital de campanha.

O Secretário da Sesap, Cipriano Maia, Informou que somente uma organização fez a inscrição para gerir o hospital de campanha na Arena das Dunas, no entanto, ela não possúi os respiradores, principal item exigido no edital. Ele informou que uma outra chamada pública será realizada com adequações para que outras entidades possam participar.

Foto: reprodução/instagram

‘Em três dias, perdi meu pai e meu marido para a Covid-19’

O pesadelo vivido por Silmara Lizidatti, que também teve sintomas da doença, mas nunca fez testes
Veja - Em três dias, a educadora aposentada Silmara Lizidatti, de 53 anos, perdeu o marido e o pai para a Covid-19. Ela própria provavelmente contraiu a doença – acabou diagnosticada com pneumonia, mas nunca foi submetida ao teste do novo coronavírus. Seu pai, Sylvio Lizidatti, tinha idade avançada, 86 anos, e lidava há anos com problemas crônicos nos pulmões. O idoso vivia em uma suíte no quintal da casa da filha e do genro em São Caetano do Sul, no ABC paulista. O marido de Silmara, o empresário Raul Marcos Rosolini, de 55 anos, não tinha doenças. “Ele costumava dizer que nem gripe pegava”, lembra a esposa, que afirma que ele trabalhava como um menino em sua empresa de tecnologia da informação. Rosolini também adorava passear com sua Harley Davidson, moto com a qual o casal fazia viagens curtas nos finais de semana.

Registros de ocorrências da PM de Currais Novos

Repórter Seridó - A Polícia Militar de Currais Novos registrou de ontem (6) para hoje (7) duas pertubações de sossego, três solicitações de policiamento, uma ameaça, uma violência doméstica e um apoio ao SAMU. Em Lagoa Nova a PM registrou um arrombamento a residência.

A PM realizou durante a noite e madrugada de hoje diversas rondas pela cidade onde foram realizadas algumas abordagens.

RN tem sexta maior incidência de casos de coronavírus do país, diz Ministério da Saúde

Taxa de ocorrência de contaminação por Covid-19 no estado potiguar é superior à nacional.

Por Rafael Barbosa e Leonardo Erys, G1 RN
O Rio Grande do Norte é o sexto estado do país em incidência de novo coronavírus. De acordo com o Ministério da Saúde, o estado potiguar tem sete casos de contaminação do vírus por 100 mil habitantes. A taxa nacional é de 5,7

A informação foi repassada durante a entrevista coletiva concedida pelo MS na tarde desta segunda-feira (6). Segundo os dados do ministério, a situação do Rio Grande do Norte em relação à Covid-19 é de “atenção”.

De acordo com Wanderson Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde do MS, os estados que atingem coeficiente superior à taxa nacional com mais de 50% do valor dela se enquadram em situação de emergência. Atualmente é o caso do Distrito Federal (15,5), Amazonas (12,6), Ceará (11), São Paulo (10,5) e Rio de Janeiro (8,4).

Ainda segundo Oliveira, quando a taxa da unidade federativa é maior, porém não 50% a mais da nacional, a situação é de atenção. Além de Rio Grande do Norte (7), também se enquadra nessa medida o estado de Roraima (6,7).

O painel de monitoramento dos casos de coronavírus da Fiocruz Bahia projeta que o Rio Grande do Norte pode aumentar em 352% o número de casos confirmados no estado em uma semana. Isso significa que o RN poderia chegar a 1.113 casos na próxima segunda-feira (13), de acordo com o estudo.

Atualmente o Rio Grande do Norte tem 246 casos confirmados. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) em boletim divulgado nesta segunda-feira (6). Ao todo, são sete óbitos pela Covid-19.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Bolsonaro ameaça, mas desiste de demitir Mandetta nesta segunda-feira

Militares foram fundamentais na reviravolta, mas o ministro ainda continua balançando no cargo
Veja - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, balançou forte nesta segunda-feira, 6, mas não irá cair, ao menos por ora. O presidente Jair Bolsonaro já tinha se decidido pela exoneração do principal nome do governo no combate ao coronavírus, mas no final da tarde foi convencido por militares, como os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Governo), de que a melhor decisão seria manter o ministro por enquanto.

A possibilidade de exoneração de Mandetta, no entanto, continua forte. O deputado federal Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, a imunologista e oncologista Nise Yamaguchi, diretora do Instituto Avanços em Medicina, e o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, são apontados como favoritos a ocupar o cargo. Terra, inclusive, já teria ligado para os governadores para anunciar a decisão do presidente.

Terra, que foi ministro da Cidadania até fevereiro deste ano, tem defendido nos últimos dias posição contrária à de Mandetta na questão do isolamento social – a de que a medida não resolve e pode prejudicar a economia, mesma tese defendida pelo presidente. Barra Torres também pensa como Bolsonaro e chegou a acompanhá-lo no dia em que ele cumprimentou apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada durante as manifestações de 15 de março. Já Yamaguchi é defensora do uso da cloroquina no tratamento do coronavírus – Bolsonaro é um entusiasta da ideia.

Bolsonaro deve demitir Mandetta ainda hoje, diz O Globo

O Globo diz que Jair Bolsonaro deve demitir ainda nesta segunda-feira (6) Luiz Henrique Mandetta, em meio à crise do novo coronavírus. Segundo o jornal carioca, o ato oficial de exoneração do ministro da Saúde está sendo preparado nesta tarde no Planalto.

A expectativa é que a decisão seja publicada em edição extra do Diário Oficial após a reunião do presidente com todos os ministros, marcada para as 17h.

O Globo escreve ainda que a informação sobre a exoneração de Mandetta foi confirmada “por dois auxiliares do presidente da República”.

Coronavírus: 18 decretos de calamidade serão apreciados em sessão virtual

Crédito da Foto: João Gilberto
Na primeira sessão plenária por Sistema de Deliberação Remota (SRD), que irá acontecer nesta terça-feira (7), em horário regimental, os deputados potiguares vão apreciar 18 Projetos de Decretos Legislativos de calamidade pública. “A nova ferramenta vai facilitar o trabalho dos legisladores no período de pandemia do novo Coronavírus que tem como efeito o isolamento social. O sistema permitirá continuidade do trabalho dos parlamentares do Rio Grande do Norte, sem prejuízo ao poder público”, explicou o presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira.

Os municípios que enviaram a documentação para apreciação por meio eletrônico são: Apodi, Serra Caiada, Ceará Mirim, Extremoz, São Rafael, Pau dos Ferros, Santa Cruz, Serra do Mel, Doutor Severiano, São José do Campestre, Monte das Gameleiras, Umarizal, Baía Formosa, Afonso Bezerra, Barcelona, Santana do Matos, Campo Redondo e Lagoa de Pedras.

"O Sistema de Deliberação Remota (SDR) é um mecanismo implementado a fim de permitir a boa condução dos trabalhos legislativos durante o período de isolamento social imposto pela pandemia do COVID-19. Possibilitará que a Assembleia Legislativa delibere matérias inadiáveis para o Estado do Rio Grande do Norte. É o caso dos Decretos de calamidade pública encaminhados pelos municípios e que serão apreciados nesta terça-feira, dia 7”, afirmou a diretora legislativa da ALRN, Tatiana Mendes Cunha.

A diretora afirma que “uma vez aprovados, cada município terá maior segurança jurídica e liberdade para planejar e executar as medidas necessárias ao enfrentamento da crise sanitária que atravessamos. Assim, a rápida resposta do Poder Legislativo às demandas surgidas nesse cenário soma-se aos esforços conjuntos de todos os Poderes no intuito de proteger a vida de milhares de potiguares".

Os Projetos de Decretos Legislativos são apreciados e consequentemente aprovados ou rejeitados. Após essa etapa, a Assembleia elabora o decreto e publica no Diário Oficial Eletrônico.

Para tramitação dos expedientes a Assembleia Legislativa disponibilizou o e-mail secleg@al.rn.leg.br, através do qual a documentação pode ser remetida pelos municípios.