domingo, 20 de maio de 2018

28 Caçadores foram apreendidos pelo IBAMA e Polícia Ambiental em Currais Novos

 
Repórter Seridó - Uma ação envolvendo dezenas de Policiais da 3a. CIPM, IBAMA e Polícia Ambiental apreenderam na manhã deste domingo (20), no município de Currais Novos, próximo a São Vicente vinte e oito caçadores que participavam de um campeonato de caças, a informação é da polícia que surpreendeu os caçadores, um drone da polícia ambiental foi usado para mapear a região onde os caçadores estavam.

Várias motocicletas foram apreendidas, todos os envolvidos vão responder pelo crime ambiental, o delegado Paulo Ferreira está fazendo os procedimentos.

TODOS OS DETALHES E ENTREVISTAS NESTA SEGUNDA (21) NA SIDY'S TV 

Delegado autua homem por provocar morte em acidente no município de Cerro Corá

Repórter Seridó - Por volta das 21h35min desse sábado (19/05) um acidente fatal ocasionado por uma colisão frontal entre motocicletas foi registrado próximo ao assentamento Santa Clara, município de Cerro Cora, as motocicletas Yamaha 125  conduzida por Vitoriano Soares de Medeiros (vítima fatal) e outra Honda 150cc sem placa de conduzida por Luandson da Silva Freire.

Vitoriano Soares foi socorrido para o hospital de Cerro Corá, mas não resistiu aos ferimentos, Luandson foi submetido a exame de bafômetro que constatou embriaguez, o mesmo foi preso em flagrante e conduzido à delegacia da polícia Civil em Currais Novos onde foi autuado pelo delegado Paulo Ferreira.

A ocorrência chegou a delegacia às 23h45, conduzida pela Polícia Militar.

TODOS OS DETALHES E ENTREVISTAS NO BOLETIM POLICIAL TV CIDADE, CANAL 4 DA SIDY'S TV

CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DE MAURÍLIO PINTO. Velório começou as 06:00h na rua São José

Por AGORA RN

O velório terá início às 6 horas deste domingo no Centro de Velório da rua São José, com missa às 15 e sepultamento às 16 horas, no cemitério Morada da Paz, em Emaús. Maurílio deixa mulher (Clarissa) e quatro filhos (Ana Cláudia, Adriana, Maurílio Júnior e Fabiana).

Segundo Ana Cláudia Medeiros, filha mais velha de Maurílio, antes da internação hospitalar, seu pai vinha se queixando de dores no pé, após sofrer uma pancada. “Percebemos que o ferimento estava piorando a cada dia, chegando inclusive a inflamar. Resolvemos, então, levá-lo ao hospital para iniciar o tratamento. O problema é que, devido ao diabetes, ele já apresentava problemas de circulação. Também não estava respondendo satisfatoriamente à medicação. Foi quando os médicos resolveram amputar um dos dedos do pé esquerdo. Só que o problema circulatório continuou e aí foi preciso amputar a perna. Ele chegou a ser entubado e precisou de doações de sangue. A partir daí, vinha se recuperando bem, até ter essa piora”, relatou.

De acordo com ela, desde que Maurílio se aposentou, em 2011, vinha mantendo uma rotina tranquila. “Devido à limitação de mobilidade, por conta do AVC, que comprometeu os movimentos do lado esquerdo, meu pai preferia ficar em casa, curtindo os filhos, netos e bisneta. Sempre estava lendo alguma coisa em seu escritório, recebendo amigos e se atualizando nos fatos cotidianos. Nunca deixou de ajudar a quem lhe pedisse um favor”.

Desde que começou a carreira na polícia, em 1964, como motorista do pai – coronel PM Bento Manoel de Medeiros -, a trajetória de vida de Maurílio Pinto de Medeiros foi sempre marcada com êxito no seu trabalho de investigar e elucidar crimes diversos, desde assassinatos a sequestros.
Para ele, que dizia não temer a morte, somente a covardia humana, não existia crime sem solução. Era contra a pena de morte, mas defendia leis mais duras contra os bandidos. De voz mansa e olhar penetrante, Maurílio foi um policial nato, onde parecia prevê algo, antes de delegar alguma missão a sua equipe de agentes. Na maioria das ‘botadas’ (investidas) que dava, quadrilhas inteiras eram presas.

Considerado o maior delegado do Rio Grande do Norte, ele dedicou 47 anos ininterruptos à Polícia Civil, onde deixa um legado de competência, talento e honestidade.

Mesmo após ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC), há 17 anos, o “Xerife” – apelido que recebeu dos colegas, após receber o título de xerife e uma insígnia em forma de estrela, durante um curso no Texas (EUA), em 1997 – seguiu no comando da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECAP), levando à prisão, inúmeros criminosos de alta periculosidade. Maurílio também coordenou a Central de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do RN.

“Mão Branca”

Em 2001, o ex-presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Norte, Roberto de Oliveira Monte, acusou Maurílio Pinto, de chefiar um grupo de extermínio responsável por dezenas de mortes, entre as quais a do advogado Gilson Nogueira Carvalho. O advogado foi morto com 17 tiros no dia 20 de outubro de 2001, após denunciar assassinatos e torturas cometidas supostamente por agentes policiais.

A partir daí, o Ministério Público criou uma comissão de investigação independente que, após ouvir mais de 100 testemunhas, teria concluído que “a Polícia Civil e funcionários da Secretaria de Segurança Pública haviam cometido os crimes investigados” e classificou os acusados como integrantes de um grupo de extermínio conhecido como “Meninos de Ouro”, comandado por Maurílio, na época secretário-adjunto de Segurança Pública.

Em 1997, o então ministro da justiça, Nelson Jobim, pediu ao governador Garibaldi Alves Filho, a exoneração de Maurílio da chefia da Polícia Civil. A solicitação foi atendida pelo chefe do Executivo.

O delegado admitiu alguns erros – ‘mesmo sem maldade’ -, fazer escutas telefônicas sem autorização judicial, mas negou veementemente comandar o suposto grupo de extermínio (Mão Branca).

Contudo, em caso de revide, por parte do crime, Maurílio era incisivo ao concordar que ‘bandido bom é bandido morto’.

Em 2014, ele foi inocentado da denúncia de improbidade administrativa em consequência dos grampos telefônicos.

sábado, 19 de maio de 2018

Assembleia Legislativa convoca todos ao combate do abuso infantil

“Todos contra o abuso infantil”. O chamamento da Assembleia Legislativa está nas ruas em forma de campanha publicitária e foi oficializado na manhã desta sexta-feira (18), durante a audiência pública realizada na Casa, que mobilizou instituições. Os números do problema são estarrecedores: no Rio Grande do Norte, a cada dois dias, ao menos uma criança é abusada sexualmente. Dados nacionais da Ouvidoria dos Direitos Humanos apontam o Estado com o maior número de casos de abuso comprovados, quase 2 mil ao ano.

Meninas, em sua maioria, são as vítimas (68%). O agressor, quase sempre, um parente muito próximo, do círculo familiar (80%). O abuso infantil é silencioso, sorrateiro e acinzenta uma fase da vida em que só as brincadeiras e sonhos deveriam colorir os dias. Medo, insegurança e sentimentos de inadequação e culpa confundem, talvez por toda a existência, a mente das vítimas, assustadas por quem lhes deveria dar amor e proteção. Durante o debate, familiares de vítimas relataram histórias e emocionaram os participantes com seus depoimentos.

Sargento da PM suspeito de matar a esposa em Natal se entrega à polícia

G1RN - O sargento PM Ney Jeferson, suspeito de matar a tiros a própria mulher em Natal, se entregou à polícia na tarde desta sexta-feira (18). A manicure Rosivânia Maria da Silva tinha 36 anos e foi assassinada na quarta-feira (16), dentro da casa onde morava com o marido, no bairro Quintas, Zona Oeste da capital potiguar. 
Ney Jeferson se apresentou na 2ª Companhia do 9º Batalhão da PM e foi encaminhado à Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), onde prestou depoimento à delegada que apura o caso. À polícia, ele confessou ter matado Rosivânia da Silva.

Em seguida, o sargento foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) para realização do exame de corpo de delito e, depois, foi para o Comando Geral da Polícia Militar, onde permanece detido, segundo a assessoria de imprensa da corporação. De acordo com a Polícia Civil, havia contra ele um mandado de prisão temporária em aberto.

Em relatório, os policiais que atenderam a ocorrência na quarta (16) disseram que um vizinho foi quem chamou a polícia, e que afirmou ter ouvido pelo menos três disparos. Em seguida, também relatou ter ouvido o policial dizer, ao fugir em uma motocicleta, que estava indo atrás de outra pessoa para “terminar o serviço”. O vizinho relatou, ainda, que viu todo o ocorrido pela janela de sua residência.

Por fim, os policiais contam que a mulher ainda chegou a ser atendida por socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas que ela não resistiu e morreu a caminho do hospital. 

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Petrobras aumenta preços neste sábado

Os preços do diesel e da gasolina vão aumentar nas refinarias a partir de sábado

A Petrobras elevará os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias a partir de sábado (19), informou a petroleira em comunicado no seu site hoje (18).

Com os reajustes, os preços dos combustíveis irão a novas máximas dentro da política em vigor desde julho, a R$ 2,3488 o litro de diesel e R$ 2,0680 o litro de gasolina.
Fonte: msn.com

Operação em Nísia Floresta contra integrantes da facção Sindicato do RN

A Delegacia Municipal de Nísia Floresta, com apoio da Polícia Militar, deflagrou na manhã desta quinta-feira (17), a Operação Titico que visou cumprir mandados de busca, apreensão e prisão contra integrantes de uma facção criminosa que vinha praticando crimes como roubos, homicídios, porte ilegal de armas, tanto em Nísia Floresta, como nos municípios vizinhos. Na ação foram presos dois homens, apreendido um adolescente e apreendidas armas e munições.

O nome da Operação é uma homenagem ao agricultor e funcionário do SAMU Francisco de Holanda, conhecido como Titico, assassinado no dia 09 de fevereiro, por integrantes da facção criminosa. Durante a ação foram presos Edielson Gomes de Freitas, 27 anos e Luzemberg Francisco da Silva, 31 anos.

“A ação realizada em Nísia Floresta, resultado de uma ação integrada entre a Polícia Civil e Militar, é fruto de um trabalho investigativo que foi desenvolvido durante meses, que contou com o apoio dos setores de inteligência. Tivemos um resultado exitoso, pois além das prisões, conseguimos apreender armas e material ilícito relacionado aos crimes que estavam sendo cometidos na cidade”, destacou a Delegada-Geral da Polícia Civil, Adriana Shirley.

De acordo com o delegado titular da DP de Nísia Floresta, Marcelo Aranha, a Operação Titico é um desdobramento da Operação Bonfim, que foi realizada em abril deste ano. “Essa ação busca desarticular as ações criminosas da facção Sindicato do RN, a qual vem efetivando crimes em áreas como Pium. Eles estariam envolvidos em crimes como roubos e furtos em residências e granjas, homicídios e tráfico de drogas”, detalhou o delegado.

“A Polícia Militar também já vinha monitorando as ações que este grupo estava praticando, ações criminosas não só em Nísia Floresta, mas também em áreas vizinhas como São José do Mipibu. Esta ação de hoje é resultado da soma dos nossos esforços que continuarão, contra a ação destes criminosos”, afirmou o comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Dimas.

POLÍCIA CIVIL

Divpoe localiza laboratório para beneficiar drogas nos três vintens em Mossoró

Operação da Divisão de Polícia do Oeste "Divpoe" de Mossoró sob o comando do Delegado Renato Oliveira termina com a localização de uma espécie de laboratório de beneficiar drogas no bairro Três Vinténs em Mossoró no Rio Grande do Norte.

Segundo informações, a localização da residência, numa vila na Rua Aury Aerton Dantas, onde estava funcionando o laboratório, faz parte dos trabalhos de investigação da equipe da “Divpoe” que vem checando todas as denuncias de trafico de drogas na cidade de Mossoró.

No interior da residência, os policiais encontraram drogas, além de uma prensa hidráulica e vários utensílios utilizados no refino de Cocaína.
zO material apreendido, juntamente com a moradora da residência, Maria Michaele dos Santos Magalhães, de 24 anos de idade, que segundo o delegado Renato Oliveira, seria responsável pela guarda do material, foi conduzida a sede da Divpoe. Michael foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e de passar pelo Itep para exames foi encaminhada à unidade feminina da Penitenciária Agrícola Mário Negócio, onde vai ficar a disposição da justiça.

Fonte: Blog O Câmera



quinta-feira, 17 de maio de 2018

Ezequiel solicita ações para Seridó, Mato Grande, Potengi e a Costa Branca

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), solicita ações para beneficiar a população do Seridó, Mato Grande, Potengi e a Costa Branca. Entre as ações está a pavimentação de ruas, que devem ser tratadas como um componente estruturador das cidades, de suas formas de desenvolvimento e suas relações com o meio urbano.

São por essas razões que Ezequiel Ferreira de Souza tem a preocupação em sempre incluir nas suas ações parlamentares a solicitação de convênios entre o governo do Estado e os municípios do interior para a pavimentação e drenagem de ruas. As mais recentes solicitações protocoladas na Mesa Diretora da Casa solicitando essas providências foram para beneficiar os municípios de Taipu, na região Mato Grande e Acari, no Seridó.

“Ao requerer essas obras levo em consideração que a falta de pavimentação em ruas urbanas prejudica o desenvolvimento das cidades. Uma rua pavimentada melhora a qualidade de vida da população e proporciona um novo visual para as cidades. Acredito que o Governo tem interesse em investir em uma melhor infraestrutura nos municípios”, justifica o deputado Ezequiel Ferreira.

Para Acari, o deputado também solicitou a implantação, pelo governo do Estado, do Projeto Ronda Cidadã, para trabalhar a questão do policiamento na cidade, com o objetivo de combater a criminalidade.

Ezequiel também solicitou a disponibilidade de um veículo modelo ambulância UTI para atender a demanda da população do município de Areia Branca, na região Costa Branca.

Já para o município Barcelona, na região Potengi, o deputado Ezequiel solicitou o aumento do efetivo da Policia Militar, justificando que a população está atormentada por uma sequência de assaltos. Os comerciantes da cidade são os mais prejudicados pois têm que fechar os estabelecimentos mais cedo, porque os assaltantes andam tranquilamente pelas ruas e o policiamento é falho devido o efetivo policial na região não ter condições de atender toda a demanda.

Petrobras eleva em 1,80% o preço da gasolina e em 0,95% o do diesel

Este é o quarto reajuste já anunciado na semana. Alta acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.
G1RN - A Petrobras promoveu o aumento de 0,95% para o preço do diesel e elevou em 1,80% o preço de gasolina comercializados nas refinarias.

Segundo a empresa, o preço do diesel A nas refinarias passará de R$ 2,3082 nesta quinta-feira (17) para R$ 2,3302 nesta sexta-feira (18) - o que significa uma alta de 0,95%. Já o preço da gasolina A nas refinarias passará de R$ 2,0046 para R$ 2,0407 o litro, no mesmo período, o que representa um aumento de 1,80%.

Este é o 4º reajuste já anunciado nesta semana. Na véspera, a companhia elevou em 1,82% o preço da gasolina, e subiu 1,76% o preço do diesel, nas refinarias. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo. Nesta quinta, o barril de petróleo Brent superou US$ 80 pela 1ª vez desde novembro de 2014.

MP Eleitoral obtém suspensão de carreata de apoiadores de Bolsonaro

Mobilização prevista para ser realizada em Goianinha, fora de período de campanha, foi considerada propaganda antecipada pela Justiça Eleitoral

O Ministério Público Eleitoral obteve a suspensão da carreata que seria realizada no último sábado (12), no município de Goianinha (a 60 quilômetros de Natal), em prol da possível candidatura do deputado federal Jair Messias Bolsonaro à Presidência da República. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) acatou o pedido feito na representação e determinou a suspensão do evento, que iniciaria logo após a inauguração de um outdoor em homenagem ao parlamentar.

Em sua representação, o MP Eleitoral destacou que a Lei das Eleições (9.504/97), em seu artigo 36, estipula que “a propaganda eleitoral somente é permitida após o dia 15 de agosto do ano da eleição”. Em 2016, aliás, o próprio TRE/RN fixou o entendimento de que carreata está entre as mobilizações que podem ser caracterizadas como propaganda eleitoral antecipada.

O pedido do MP Eleitoral foi assinado pelo procurador Eleitoral auxiliar Victor Mariz e a decisão do TRE, em caráter de urgência, coube ao presidente do Tribunal, o desembargador Dilermando Mota.

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no RN

UFRN abre concurso para professor com vagas em Natal, Caicó e Currais Novos

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lançou edital do Concurso Público de Provas e Títulos para o Provimento de Cargo de Professor do Magistério Superior na Classe Adjunto-A, com um total de nove vagas para os campi Natal, Caicó e Currais Novos. As inscrições devem ser efetuadas de 28 de maio a 26 de junho. As vagas são voltadas para as áreas de Sistemas Eletrônicos Fortemente Correlacionados, Leitura e Produção de Textos, Mecânica dos Fluidos, Atuação Fisioterapêutica na Atenção Primária à Saúde/SUS, Ensino de História, Movimentos Sociais e Educação Popular, Ensino de Geografia, Probabilidade e Estatística, e Administração Geral. A remuneração será compatível com a classe e o nível iniciais da carreira correspondendo ao regime de trabalho de dedicação exclusiva, com titulação de doutorado e salário total de R$ 10.043,67, o qual inclui vencimento básico, retribuição por título e auxílio alimentação. As provas estão previstas para ocorrer de 20 de outubro a 18 de novembro e a seleção constará de prova escrita, prova didática, defesa de memorial e projeto de atuação profissional, além de prova de títulos. Os interessados devem efetuar inscrição pelo Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH), site onde estão disponíveis o edital e o formulário de inscrição: www.sigrh.ufrn.br.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

CCJ do Senado aprova Sistema Único de Segurança Pública

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje (16) o projeto de lei complementar (PLC) 19/2018 que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. O texto segue em regime de urgência ao plenário onde pode ser votado ainda hoje.

Como qualquer alteração feita no Senado no mérito do texto, já aprovado pela Câmara, obrigaria a proposta a voltar para análise dos deputados, o relator do projeto, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), rejeitou todas emendas feitas pelos senadores e defendeu o mesmo texto aprovado na Câmara. Somente as emendas de redação foram acatadas.

Senador Antonio Anastasia disse que o projeto de lei “é um primeiro passo dentro da construção de um novo arcabouço jurídico normativo no Brasil sobre segurança” (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

“Esse é um primeiro passo dentro da construção de um novo arcabouço jurídico normativo no Brasil sobre o tema da segurança. Certamente outros projetos virão aperfeiçoá-lo, caso seja aprovado, da mesma forma que aguardamos com ansiedade a possibilidade de tramitação das propostas de emenda à Constituição novamente no Congresso Nacional para permitir que uma alteração constitucional, com maior profundidade, possa, de fato, definir uma participação mais clara e de maior cooperação ainda entre os órgãos previstos no texto constitucional e que lá eles tenham as suas competências adicionais básicas”, disse Anastasia.
Divergências

Um dos pontos mais criticados na proposta, tanto por senadores governistas como de oposição, foi a inclusão do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) no Sistema Único de Segurança Pública. “Os princípios e regras gerais sobre a política de atendimento socioeducativa destinados a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas estão consagrados na legislação nacional específica, que dispõe sobre os direitos humanos fundamentais de crianças e adolescentes”, alertou - em referência ao Estatuto da Criança e do Adolescente - a senadora Marta Suplicy (MDB-SP).

Ainda na avaliação da parlamentar, a proposta representa fragilização da proteção integral sobre o risco de se contrapor à oferta de uma proposta de atendimento pedagógica socioeducativa adequada à condição de pessoa em desenvolvimento.

“Vincular o sistema socioeducativo aos demais órgãos de segurança constitui uma ameaça à consolidação do campo socioeducativo e das políticas destinadas à infância e juventude”, disse.

O mesmo ponto também foi criticado pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA). “Ouvi aqui discursos e argumentos no sentido de que o Sinase, incorporando-se a um sistema de segurança pública, vai receber mais recursos. Não é possível que a única forma de receber recursos seja inseri-lo no sistema prisional, no Sistema Único de Segurança Pública”, acrescentou a senadora.

“Esse projeto em nada altera o Estatuto da Criança e do Adolescente, em nada retira as atuais competências, a atual inserção do sistema socioeducativo no âmbito dos estados. Ele tão somente o integra para fins de cooperação e atuação sistêmica dentro de um grande guarda-chuva a ser criado, que será o Sistema Único de Segurança Pública. Aliás, ainda será objeto de regulamentação e, certamente na regulamentação, o Poder Executivo tomará as cautelas devidas com as peculiaridades e as circunstâncias em relação a cada modelo de sistema socioeducativo que é muito amplo”, garantiu Anastásia, em resposta às críticas.
Veto

Ao deixar a CCJ, o líder do governo no Senado, senador Romero Jucá (MDB-RR), descartou a possibilidade de o governo vetar esse ponto do texto. A proposta foi feita pela senadora Simone Tebet (MDB-MS) para tentar resolver o impasse. “Aqui foi falado muito, mas na votação foi 13 a 8 [a favor do texto defendido pelo relator]. Houve uma posição majoritária de quem entende que tem que melhorar a segurança pública e uma posição e ideológica, liderada pela bancada no PT e partidos esquerda. O debate é importante. A gente respeita a visão de cada um, mas, na verdade, temos que avançar para melhorar o sistema protetivo, não só dos jovens. A segurança pública no Brasil hoje é um desastre e ela tem que ser modificada”, afirmou Jucá.
Susp

De autoria do Executivo, a proposta estabelece os princípios e as diretrizes dos órgãos de segurança e prevê a proteção aos direitos humanos e fundamentais; a promoção da cidadania e da dignidade do cidadão; a resolução pacífica de conflitos; o uso proporcional da força; a eficiência na prevenção e repressão das infrações penais; a eficiência nas ações de prevenção e redução de desastres e a participação comunitária.

Entre as principais linhas de ação do sistema estão a unificação dos conteúdos dos cursos de formação e aperfeiçoamento dos policiais, a integração dos órgãos e instituições de segurança pública e a utilização de métodos e processos científicos em investigações, por exemplo.

No rol das mudanças de procedimento, o texto estabelece a criação de uma unidade de registro de ocorrência policial, além de procedimentos de apuração e o uso de sistema integrado de informações e dados eletrônicos.
Composição

Segundo o projeto, o Sistema Único de Segurança Pública será composto pelas Polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil e Militar. Também farão parte do sistema o Corpo de Bombeiros militares e a Força Nacional de Segurança Pública. As guardas municipais poderão colaborar em atividades suplementares de prevenção.
Plano de Segurança

Ainda pelo projeto, a União deverá instituir um Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. Ele deverá definir metas aos órgãos do Susp; avaliar resultado das polícias de segurança pública e priorizar e elaborar ações preventivas. Os estados e o Distrito Federal deverão implantar as ações em dois anos.
Fonte: msn.com

Justiça acata denúncia do MPF sobre esquema de inspeção veicular no RN Investigações resultaram na Operação Sinal Fechado, que envolve políticos do estado potiguar.

G1RN - A Justiça Federal acatou a denúncia dos “não detentores de foro” envolvidos em parte do esquema de corrupção e lavagem de dinheiro que foi alvo da operação Sinal Fechado, deflagrada em 2011 no Rio Grande do Norte. Segundo consta na denúncia do Ministério Público Federal, objetivo dos acusados era manter um contrato de inspeção veicular ambiental no estado, obtido irregularmente através de licitação fraudada.

Contra os envolvidos que possuem foro por prerrogativa de função (o senador José Agripino Maia e a ex-governadora e atual prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini), a denúncia foi feita pela Procuradoria-Geral da República - por corrupção passiva e lavagem de dinheiro – e está sob análise da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que vai decidir se a acata ou não.

A denúncia que foi aceita pela Justiça Federal do RN, porém, inclui dentre os réus o suplente de senador José Bezerra de Araújo Júnior, o Ximbica; o marido da ex-governadora Rosalba Ciarlini, Carlos Augusto de Sousa Rosado; o assessor parlamentar do ex-senador João Faustino, Antônio Marcos de Souza Lima; e o empresário George Anderson Olímpio da Silveira, que vem colaborando com as investigações através de um acordo de delação premiada.

Propina

Em 2010, José Agripino, Carlos Augusto Rosado e sua esposa e então senadora, Rosalba Ciarlini (à época candidata ao governo), com a intermediação de João Faustino, teriam recebido R$ 1,15 milhão de George Olímpio para assegurar a manutenção do contrato de inspeção veicular celebrado entre o Consórcio Inspar e o Estado.

A maior parte do dinheiro se destinou a pagar despesas da campanha de reeleição do senador Agripino e de Rosalba a governadora, e nunca foi declarado na prestação de contas de ambos. De acordo com a denúncia, uma parcela menor foi depositada “de forma fracionada, sem identificação de origem” nas contas de José Agripino (R$ 105.500), Carlos Augusto (R$ 86.365) e Rosalba (R$ 69.950).

O MPF detalha que José Bezerra Júnior viabilizou - no papel de agiota - o empréstimo de R$ 300 mil usado como parte da propina paga ao grupo político por George Olímpio. Foram estipulados juros de 3% ao mês e o valor principal seria devolvido quando as inspeções começassem.

Antônio Marcos, por sua vez, de acordo com o MPF, sacou outra parcela da propina (R$ 190 mil) da conta de Marcílio Monte Carrilho de Oliveira. Este teria atuado como agiota e emprestado, ao todo, R$ 400 mil para o esquema, porém Marcílio Carrilho e o ex-senador João Faustino Ferreira Neto - que foram investigados e tiveram participação no caso indicada por vários elementos de prova - não foram denunciados porque já morreram.

Inspeção

Ainda segundo apurou o Ministério Público, Consórcio Inspar, de George Olímpio, venceu através de fraude a licitação da inspeção veicular ambiental e, mesmo diante das várias críticas e questionamentos feitos à época, tentou assegurar a manutenção e execução do contrato junto ao grupo de Agripino, Carlos Augusto e Rosalba, vislumbrando a vitória dessa última nas eleições de 2010, quando foi eleita governadora.

Da propina, R$ 300 mil vieram de recursos próprios do empresário. Os R$ 850 mil restantes através de empréstimos junto a agiotas (aos quais pagou juros até o início de 2011) e a uma empresa do próprio senador (R$ 150 mil).

Sinal Fechado


A Operação Sinal Fechado teve origem em diligências realizadas pelo Ministério Público do Estado a respeito de suspeitas de fraude e corrupção no Detran/RN. Um dos alvos foi a licitação da inspeção veicular. Na Justiça Estadual já tramita ação penal referente ao pagamento de propina para o grupo político que se encontrava no Governo do Estado na época da licitação e da celebração do contrato de inspeção, no ano de 2010.

A nova ação do MPF se refere ao repasse de vantagens indevidas ao grupo político que assumiu o governo a partir de 2011. Em sua delação, George explicou que a negociação “abrangia também um acordo mais amplo, voltado para o pagamento mensal de vantagens indevidas, em valor não especificado, a ser efetivado quando o serviço (…) começasse a ser prestado e remunerado”. Na denúncia, o MPF pede a condenação de Carlos Augusto e José Bezerra Júnior por corrupção passiva e lavagem de dinheiro e de Antônio Marcos por lavagem de dinheiro; além de requerer a reparação dos danos pelos acusados, no montante de R$ 1,15 milhão. Em relação a George Olímpio, pede-se a aplicação do benefício previsto em seu acordo de colaboração: o perdão judicial. O processo tramita na 2ª Vara Federal no Rio Grande do Norte.

Sargento da PM é suspeito de matar a própria mulher a tiros na Zona Oeste de Natal

G1RN - Uma mulher foi assassinada a tiros na madrugada desta quarta-feira (16) no bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal. O suspeito do crime é o próprio marido dela, um sargento da Polícia Militar lotado no 9º BPM, que fugiu. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da PM. A vítima foi identificada como Rosivânia Maria da Silva, de 36 anos. Segundo familiares, eles eram casados há 14 anos.

Em relatório, os policiais que atenderam a ocorrência disseram que um vizinho foi quem chamou a polícia, e que afirmou ter ouvido pelo menos três disparos. Em seguida, também relatou ter ouvido o policial dizer, ao fugir em uma motocicleta, que estava indo atrás de outra pessoa para “terminar o serviço”. O vizinho relatou, ainda, que viu todo o ocorrido pela janela de sua residência.

Por fim, os policiais contam que a mulher ainda chegou a ser atendida por socorristas do SAMU, mas que ela não resistiu e morreu a caminho do hospital.

O PM está sendo procurado.

Escola da Assembleia participa do IV Colóquio sobre Gestão Pública da UFRN

A Assembleia Legislativa, por meio da Escola da Assembleia, participa nesta quarta e quinta-feira (16 e 17), na UFRN, do IV Colóquio sobre Gestão Pública, que busca refletir sobre o processo de construção das capacidades institucionais de gestão na administração pública, tendo como foco os seguintes temas: limites e possibilidades de profissionalização da burocracia pública; os laboratórios de inovação para melhoria da gestão pública; e os dilemas e limites da gestão pública na atualidade.

"A participação da Escola da Assembleia no IV Colóquio em Gestão Pública da UFRN fortalece a parceria entre as duas instituições, iniciada com o mestrado profissional em Gestão Pública e enraizada na produção de conhecimento na área pública", enfatiza o diretor da Escola, professor Carlos Russo.

O evento integra a programação do 23º Seminário de Pesquisa do CCSA/UFRN, que tem como tema ‘Desenvolvimento e Democracia no Brasil: do que estamos falando?’. O seminário busca evidenciar a preocupação do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFRN em consolidar um espaço para discussão e socialização do conhecimento produzido nas diferentes áreas das ciências sociais aplicadas. Outras informações no endereço: www.seminario.ccsa.ufrn.br.

Programação do IV Colóquio em Gestão Pública

Dia 16

15h30 - Mesa Redonda ‘Os desafios da profissionalização da burocracia Palestrantes: Pedro Luiz Costa Cavalcante (Coordenador de Estudos e Políticas de Estado e Democracia - IPEA) e Natália Massaco Koga (ENAP) Mediador: Prof. Richard Medeiros (PPGP/UFRN). Local: Auditório do Curso de Ciências Contábeis – Sala H2 – Setor V.

19h30 - Cerimônia de abertura

20h Conferência ‘Construindo capacidades institucionais de gestão na Administração Pública: limites e possibilidades’. Conferencista: Alexandre de Avila Gomide (Diretor de Estudos e Políticas do Estado, Instituições e Democracia - IPEA). Local: Auditório do NEPSA I.

Dia 17

9h30 - Mesa Redonda ‘Laboratórios de Governo e Inovação na Gestão Pública’. Palestrantes: Marco Bruno Miranda Clementino (Diretor do Foro da Justiça Federal no Rio Grande do Norte e do i.9 JFRN, Laboratório de Inovação da JFRN) e Daniela Coimbra Swiatek (Coordenadora do Laboratório de Inovação em Mobilidade - Prefeitura de São Paulo) Mediador: Prof. Hironobu Sano (PPGP/ PPGA/UFRN). Local: Auditório do NEPSA I.

15h30 Conferência de Encerramento ‘Novos dilemas e alternativas para a Gestão Pública’. Conferencista: João da Rocha Neto (Professor do Programa de Pós-graduação em Administração - UNB, Escola Nacional de Administração Pública). Local: Auditório do NEPSA I.

Mulher é levada para delegacia em Monte Alegre após divulgar blitz da polícia nas redes sociais

No dia de hoje (15) policiais militares do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), por meio do Grupamento de Trânsito sediado em Nísia Floresta, realizavam blitz na área urbana da cidade de Monte Alegre quando receberam informações que a fiscalização estava sendo divulgada em redes sociais a fim de que infratores não passassem pelo ponto de bloqueou.

De imediato os agentes identificaram a pessoa de Williane Rocha que, após ser encaminhada à delegacia de polícia na cidade de Monte Alegre, afirmou não ter sido a responsável pelo texto, tendo apenas feito o repasse, ocasião em que apontou uma outra mulher de nome Gilda Aguiar como sendo a autora.

Ambas foram enquadradas pelos crimes capitulados nos artigos 331 e 265 do Código Penal.

BLOG DO BG

Comandante dos bombeiros do RN diz que foi exonerado porque se negou a cumprir ordem do governador para liberar festa irregular

 
O comandante do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte afirma que foi exonerado do cargo porque se negou a cumprir ordem do governador para liberar uma festa irregular. A informação foi confirmada pelo próprio coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior, que teve exoneração publicada nesta terça-feira (15). O oficial disse que a organização do evento não cumpriu as normas de adequação estrutural determinadas pelos bombeiros para garantir a segurança. 

Em nota, o governo informou que não houve qualquer pedido do governador Robinson para descumprimento de competências legais por parte do comando do Corpo de Bombeiros e ressaltou que "a troca no comando do Corpo de Bombeiros foi meramente técnica, não tendo qualquer conexão com o suposto fato. A questão não foi de legalidade e sim de hierarquia". 

Segundo o coronel Monteiro, Robinson Faria entrou em contato por telefone solicitando que a equipe de engenharia do Corpo de Bombeiros emitisse o laudo liberando o acontecimento da festa. O coronel disse que os bombeiros foram ao local mais de duas vezes, conferir se as adequações que determina a lei haviam sido feitas. Porém, os organizadores não atenderam as orientações. 

A ligação de Robinson Faria teria acontecido depois que os bombeiros não derem o aval para que a festa acontecesse. De acordo com o que conta o coronel, o governador queria a liberação, mesmo diante do descumprimento das normas de segurança. 

De toda maneira, mesmo diante dos impedimentos apontados pela inspeção, os shows foram realizados. O evento aconteceu no sábado (12), na Shock Casa Show, Zona Norte de Natal. Segundo o relatório do Corpo de Bombeiros, os organizadores da festa não apresentaram um projeto de proteção contra incêndio e pânico, bem como também não havia vistoria das estruturas fixas montadas no local. Esses foram o motivo para a interdição e proibição da realização. O G1 tentou contato com a Shock Casa Show através do telefone que consta no site do estabelecimento, mas as ligações não foram atendidas. 

“Estou tranquilo, consciente de que tinha que ter tomado essa decisão, porque estava fora da minha alçada decidir diferente do que a lei determinava”, argumentou o coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior. 

Coronel Monteiro tem 43 anos e serve à corporação há 20. Ele tinha sido nomeado no dia 14 de março como novo comandante-geral, em substituição ao também coronel Sócrates Vieira de Mendonça Júnior, que pediu exoneração no dia 9 daquele mês, por razões pessoais. 

Por enquanto, quem comanda o Corpo de Bombeiros até a nomeação de um substituto para o cargo é o sub-comandante geral, coronel Josenildo Acioli Bento. 

Nota 
 
Em nota, a associação dos oficiais militares declarou "surpresa e indignação" com a exoneração do comandante e ressaltou que essa é a primeira vez em que uma corporação militar fica sem comandante. "O ataque de fúria que exonerou o até então Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do RN, sequer designou o seu substituto", afirmou. Confira a íntegra da nota aqui.
G1/RN

Após 3h do acidente,vítima é retirada das ferragens com vida

APÓS TRÊS HORAS DE MUITO TRABALHO O JOVEM QUE ESTAVA NA CARRETA QUE TOMBOU NA BR-226 E FICOU PRESO AS FERRAGENS FOI RESGATADO VIVO.
ELE ERA O AJUDANTE DO MOTORISTA E FICOU COM AS PERNAS PRESAS NAS FERRAGENS.
A POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL, BOMBEIROS CIVIS MANDACARU, SOCORRISTAS DO ESQUADRÃO RESGATE, CORPO DE BOMBEIROS E POPULARES TRABALHARAM INTENSAMENTE NO RESGATE DA VÍTIMA.
GRAÇAS A DEUS O MOTORISTA, QUE NÃO SE FERIU, E SEU AJUDANTE SAÍRAM VIVOS.
NÃO TIVEMOS ACESSO AOS NOMES DAS VÍTIMAS, PORÉM O MAIS IMPORTANTE FOI ELES TEREM SOBREVIVIDO.
A CARRETA ESTAVA CARREGADA COM MANGA E SAIU DA BAHIA COM SENTIDO A NATAL. AS CAUSAS DO ACIDENTE SERÃO INVESTIGADAS, MAS UM COCHILO AO VOLANTE PODE TER SIDO A CAUSA. 

DA REDAÇÃO COM J JÚNIOR
VÍDEO: DANIEL SOCORRISTA

terça-feira, 15 de maio de 2018

Carreta tomba na curva da Maniçoba

Uma Carreta com placas da Bahia tombou agora a tarde na Curva da Maniçoba, município de Currais Novos, o motorista saiu ileso, o ajudante que está no banco do carona ainda encontra-se preso nas ferragens (17h) aguardando a chegada do corpo de bombeiros que vem da cidade de Caicó, o acidente ocorreu por volta das 15h50.