quinta-feira, 15 de março de 2018

Projetos sociais do Judiciário Estadual terão trabalhos reconhecidos pela Casa

Por propositura do deputado Hermano Morais (MDB), a Assembleia Legislativa reconhecerá nesta sexta-feira (16) os relevantes serviços prestados pelo Núcleo de Ações e Programas Socioambientais (NAPS) do Poder Judiciário, em Sessão Solene que concederá ainda título de cidadão potiguar ao juiz José Undário Andrade, vinculado ao projeto desde a sua origem, em 2007. A solenidade acontece a partir das 9 horas, no plenário da Casa Legislativa.

"O Núcleo tem aproximado sociedade e Poder Judiciário com a consolidação de direitos para a sociedade, como a realização de casamentos civis comunitários; orientação para a reutilização do que seria considerado lixo, gerando trabalho e criando novas oportunidades; e perspectivas de vida, entre outras ações. Já o juiz José Undário vem participando desses feitos, especialmente agora no programa Justiça e Escola, que já levou formação ética para 30 municípios, tendo alcançado mais de meio milhão de crianças e adolescentes e mais de oito mil educadores potiguares", destaca Hermano Morais.

O NAPS, que tem como objetivo viabilizar e apoiar as ações e programas sociais ligados ao Poder Judiciário, nos municípios e comarcas que atua este Poder, nasceu a partir da necessidade de promover e ampliar a participação do Judiciário junto à sociedade, em seus diferentes setores, de forma a proporcionar maior eficácia às funções institucionais, além de aproximar a instituição da sociedade.

Além dos serviços listados pelo deputado Hermano Morais, são atribuições do Núcleo conduzir os projetos “Justiça na Praça” e “Casa da Justiça e Cidadania”, além de realizar as ações do Judiciário relacionadas à políticas de meio ambiente, dentro do programa ambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário