domingo, 13 de maio de 2018

99° Homicídio em Mossoró 2018: Cabeleireiro é executado dentro de casa no Abolição V

A cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, voltou a registrar homicídio depois de oito dias sem assassinatos. O crime com características de execução aconteceu na tarde deste sábado 12 de maio de 2018 na Avanida principal do Conjunto Abolição V.

A vítima, o cabeleireiro identificado como Wemeson Leocádio da Silva, 19 anos de idade, natural de Brasília/DF, foi morto com vários tiros dentro de sua casa.

Segundo informações repassadas pelo delegado de Plantão, Dr. Valtair Camilo de Paiva, que esteve com sua equipe no local, fazendo os primeiros levantamentos do crime, a vitima estava na calçada de casa quando dois indivíduos em moto Bros preta chegaram e começaram a atirar.

O jovem tentando escapar dos inimigos, correu para dentro de casa, mas foi perseguido e executado no interior da residência.

Na fuga os criminosos se depararam com um popular, armado que atirou contra os mesmo. Os bandidos abandonaram a Bros que segunda a polícia tem queixa de roubo e fugiram em outra moto roubada de um comércio no local.

Ainda de acordo com o delegado Valtair, a família de Wemeson informou que ele vinha recebendo ameaças de morte e que por várias vezes pediram que o mesmo fosse embora de Mossoró, para Brasília sua terra natal, mas ele insistia em ficar na cidade e acabou sendo assassinado.

Wemeson era testemunha em um processo originado da DPCIN - Diretoria de Polícia Civil do Interior, que tramita na justiça da comarca de Mossoró e que tem como acusado, Alisson Fabricio da Silva Souza.

De acordo com o perito criminal Renildo Marcelino Wemeson Leocádio foi atingido com cerca de 06 tiros em várias partes do corpo. Após o trabalho de perícia no local do crime, o corpo da vítima foi recolhido e encaminhado ao setor de medicina legal do ITEP para ser necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Com mais um homicídio registrado em MOssoró, a cidade passa a contabilizar 99 assassinatos neste ano de 2018. Mais um caso para a Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM), investigar.
Fonte: Blog Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário