quinta-feira, 12 de julho de 2018

Justiça manda prender mulher suspeita de matar o marido e forjar um suposto suicídio

Fabrícia Kallyne tem mandado de prisão
O Juiz da 3ª Vara Criminal de Mossoró, Dr. Cláudio Mendes Júnior, expediu mandado de prisão preventiva contra Fabrícia Kallyne de Oliveira Medeiros, suspeita de envolvimento na morte do companheiro dela, Leonardo da Silva do Nascimento, encontrado morto com um tiro na testa, dentro de sua casa, localizada na Rua Joaquim Nabuco no Bairro Belo Horizonte em Mossoró.

Leonardo foi encontrado caído com uma arma na mão, por volta das 10h30min do dia 04 de maio desse ano e a princípio o caso era considerado como um suicídio. A partir de desconfiança por parte da perícia criminal, a Delegacia de Homicídios passou a investigar o crime e a partir de provas periciais, constatou-se que se tratava de um homicídio.

Segundo o delegado da DHM, Dr. Rafael Arraes, as circunstâncias encontradas na cena do crime, não eram compatíveis com suicídio, a principal suspeita, a mulher de Leonardo, Fabrícia, que estava na casa, teria elaborado um cenário para transparecer que seu companheiro teria cometido suicídio.
Na manhã de hoje, quinta feira 12 de julho de 2018, o delegado Rafael Arraes, concedeu entrevista coletiva à imprensa mossoroense, para falar sobre a prisão preventiva expedida pela justiça, contra Fabrícia, que está foragida.

O delegado divulgou uma foto dela para que as pessoas que tenham alguma informação sobre o seu paradeiro, ajudem a polícia a encontrá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário