quarta-feira, 4 de julho de 2018

Maior jornal da Rússia chama russas de ‘putas’ que envergonham o país

Além de serem vítimas de assédio por parte dos turistas durante a Copa do Mundo, as russas agora têm de encarar o machismo da imprensa local. O colunista Platon Besedin, do Moskovskiy Komsomolets – um dos maiores jornais do país – chamou as mulheres russas de putas e afirmou que o comportamento sexual das mulheres está envergonhando o país em artigo publicado no dia 27.
No texto intitulado “A hora das putas: as russas se envergonham e envergonham o país na Copa”, o jornalista acusa as mulheres de se venderem ao se envolverem com os estrangeiros.
“Nas cidades onde têm a Copa do Mundo, muitas russas se comportam como prostitutas na frente dos estrangeiros. As mais espertas colocaram anúncios nos sites de relacionamento. Claro que muitas mulheres procuram estrangeiros por dinheiro, outras procuram o casamento. Mas tem mulheres que estão prontas para dormir com estrangeiros de forma gratuita só porque são estrangeiros. Podemos dizer que dá vergonha. Muitas mulheres nem conhecem o sentimento de vergonha. Muitas mulheres que correm atrás dos estrangeiros não têm vergonha, moral e valores. Nós criamos uma geração de putas prontas para abrir as pernas ao escutar algum sinal de idioma estrangeiro.”
Ainda segundo Besedin, o autor diz que o Mundial tem sido importante para quebrar estereótipos, mas o que envolve as mulheres russas tem sido reforçado.
Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário