sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Caicó: Assalto a comerciária levou a polícia a esconderijo de armas, drogas e explosivos

No final da manhã de ontem, equipes da Polícia Civil de Caicó deram cumprimento a mandados de busca e apreensão no bairro Walfredo Gurgel, mais precisamente nas Ruas Eduardo Gurgel e na Rua Manoel Cesário de Medeiros, zona oeste da cidade. O trabalho começou no mês de julho após um roubo a uma comerciária.

De acordo com as informações chegadas à Polícia Civil, a pessoa de NATAN ARAÚJO GOMES estava escondido em uma das casas de propriedade de sua família. Ele é apontado como autor de um roubo ocorrido na ponte nova da cidade, no dia 16/04/18, onde foram subtraídos dois aparelhos telefônicos da vítima.

No dia 07 de julho de 2018 uma ação conjunta das Polícia Civil e Militar cumpriu buscas na residência de NATAN, mas ele não foi encontrado. Na ocasião, foram apreendidos os dois telefones roubados e uma arma de fogo. Carla Cristina, esposa de NATAN, foi conduzida à delegacia e liberada após o pagamento de fiança.

Conforme destacou a Autoridade Policial, Dr. Leonardo Germano, as investigações em torno de NATAN continuaram tendo sido comprovado o envolvimento dele em uma facção criminosa que atua no Estado. Além do trabalho investigativo, chegaram denúncias à delegacia informando que a família do investigado possuía vários imóveis na região e que em um deles eram guardadas armas e drogas. Foi representado por mandados de busca e apreensão que foram cumpridos na manhã de hoje e em uma das casas foi apreendido vasto material ilícito: 116 munições de diversos calibres, dois carregadores de pistola .40 (de uso restrito da polícia), dois rádios amadores de comunicação, uma espingarda .44, um fuzil 762 (de uso restrito das Forças Armadas), vasto material explosivo para ser utilizado em roubo a bancos e mais de um quilo de pó branco semelhante à cocaína. Na casa também foi encontrada a camisa que NATAN estava vestindo no dia que praticou o roubo.

No momento das buscas não havia ninguém no imóvel e agora a Polícia Civil intensificará as investigações para identificar os membros do grupo criminoso que juntamente com NATAN utilizavam a casa como quartel general do crime organizado.

A Polícia Civil agradece à população que vem colaborando através de denúncias para os números 181 e 3421-6029, ao mesmo tempo em que mantém o apelo para que todos ajudem a tirar de circulação esse grupo criminoso que vem tirando a paz da sociedade.

Fonte: Polícia Civil - Blog Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário