quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Denúncia contra João Maia prejudica Zenaide Maia

Dona de um discurso moralista contra as “forças tradicionais”, a deputada federal Zenaide Maia (PHS), candidata ao Senado, está cercada de escândalos de corrupção em sua família.

Seu irmão e padrinho político, que a colocou na vida pública, João Maia (PR), candidato a deputado federal foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por envolvimento no esquema de corrupção que reunia integrantes da Superintendência do Dnit no Rio Grande do Norte e representantes de construtoras entre os anos de 2009 e 2010.

Ele foi um dos alvos da Operação Via Trajana, realizada no último dia 31 de julho e que é um desdobramento da Operação Via Ápia, deflagrada em 2010. “(…) pelos elementos colhidos por meio dos acordos de colaboração celebrados e demais provas coligidas nessa fase da investigação, verificou-se, a bem da verdade, que João da Silva Maia era o verdadeiro chefe mor de todo o esquema de corrupção operado no Dnit/RN”, destaca a denúncia do MPF.

Zenaide, além de irmã, é afilhada política de João, que “bancou” sua campanha em 2014, tanto transferindo suas bases políticas como arrecadando doações de empresas para a sua campanha.

Além de João Maia, o outro irmão de Zenaide, Agaciel Maia, que faz política no Distrito Federal, também está envolvido em escândalos de corrupção.

Ele foi condenado pela Justiça por improbidade administrativa por ter se envolvido no escândalo dos atos secretos, em 2009, que é investigado pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública (Decap). O deputado, no entanto, teve uma ação arquivada no Supremo Tribunal Federal.

Entre os irmãos, a outra figura política da família é Zenaide, que ainda não possui processos nem investigações, mas fica numa situação complicada ao ter seus dois irmãos em escândalos de corrupção.
Fonte: Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário