quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Prefeito afastado de Caicó deixa rombo de 17 milhões

Rombo deixado por Batata é mais que o triplo de todas as gestões juntas


O prefeito Marcos do Manhoso, em coletiva à imprensa nessa terça feita, 20, declarou um rombo milionário (restos a pagar) da gestão de Batata em menos de dois anos à frente da prefeitura municipal de Caicó.

Uma síntese apresentada à sociedade pelo prefeito Marcos mostra que Bibi Costa e Roberto Germano, juntos, em 12 anos como gestores do executivo, deixaram pouco mais de cinco milhões de restos a pagar.

Os dados apresentados hoje caíram como tsunami contra Batata. Prefeito afastado precisa de apoio na Câmara Municipal para continuar gerenciando o executivo de Caicó a partir de 14 de fevereiro de 2019.

O legislativo do município será cobrado pela sociedade. O posicionamento de cada vereador vai ser muito bem observado pela população, que não imaginava que as finanças do município estavam em apuros. 

Prefeito afastado de Caicó deixou rombo de 17 milhões de reais (restos a pagar) em pouco menos de dois anos que esteve sentado na cadeira de prefeito do município. Batata sonha em voltar à cadeira em 2019.
Fonte: Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário