sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Polícia Civil prende motorista que deu fuga a suspeitos de terem atirado em policial durante tentativa de assalto a um PM

A Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) divulgou, na tarde desta quinta-feira (13), que o motorista de táxi Romildo do Carmo de Oliveira, de 37 anos, foi preso por policiais civis da equipe da 4ª Delegacia de Polícia Civil de Natal, após a tentativa de latrocínio contra um policial militar que estava em uma clínica no bairro Barro Vermelho, em Natal. Após o crime, policiais civis e militares começaram a realizar buscas para prender os suspeitos.

Romildo do Carmo confessou à Polícia Civil que levou a dupla Dowglass John da Silva, conhecido como Gordo, de 27 anos, suspeito de ter atirado contra o policial militar e um outro homem ainda sem identificação, para realizar o roubo na clínica. A dupla está sendo procurada pela Polícia.
Investigações da Polícia Civil e imagens das câmeras de segurança mostram que a dupla, que estava armada, entrou na clínica e roubou pertences dos pacientes e funcionários.

Em um determinado momento, o policial militar tenta entrar na clínica, mas é atingido por disparos de arma de fogo. O policial tentou correr, mas durante uma luta com os suspeitos teve a sua pistola roubada. 

Investigações revelam que o motorista de táxi já havia conduzido o “Gordo” e outros criminosos para efetuarem roubos contra estabelecimentos. Romildo confessou que participou de seis roubos, incluindo um cartório, farmácias e a clínica.

A Polícia Civil pede ajuda da população no envio de informações que possam localizar Dowglass John e que ajudem a identificar o outro homem que participou do roubo à clínica. As informações possuem garantia de sigilo e podem ser enviadas para o Disque-Denúncia 181.

Fonte: PASSANDO NA HORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário