quarta-feira, 13 de março de 2019

Caso Zaira Cruz

Repórter Seridó - O delegado Leonardo Germano que apura a morte da estudante Zaira Dantas Cruz, 22 anos ouviu neta terça-feira(12), várias pessoas que estavam no local onde a universitária foi encontrada sem vida no sábado de carnaval na cidade de Caicó, de acordo com um laudo vazado sobre a causa morte que aponta para asfixia mecânica e estrangulamento. Com esses novos depoimentos o delegado está em fase bastante adiantada para conclusão do inquérito policial.

Entre os novos depoimentos, o delegado ouviu novamente o policial Pedro que estava com a vítima, foi um depoimento rápido, o policial está em férias dos seus trabalhos no fórum municipal de Currais Novos.

Nesta quarta-feira (13) o delegado Leonardo Germano retoma os depoimentos, o delegado ainda deve ouvir os peritos que concluíram o laudo que aponta assassinato.

O laudo que faz parte do inquérito e é peça sigilosa para a conclusão das apurações sobre o caso Zaira e foi vazado pegando a polícia de surpresa e toda a família da jovem encontrada morta, o documento ainda não foi confirmado pela polícia, de acordo com informações colhidas pela nossa reportagem a Polícia Civil do Rio Grande do Norte vai apurar quem vazou o laudo para uma emissora de rádio e TV da capital do estado, com certeza alguém vai responder por ter atrapalhado as investigações e constranger a família da vítima.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário