terça-feira, 19 de março de 2019

Exame Residuográfico aponta pólvora nas duas mãos do suspeito morto em troca de tiros com a PM de Serra Negra do Norte

No dia 13 de fevereiro de 2019, a cidade de Serra Negra do Norte parou com uma notícia de uma troca de tiros entre policiais militares após receberem denúncia de uma possível reunião de homens suspeitos de crimes na região, ao se aproximar do setor, a polícia foi recebida a tiros, e reagiu à ação criminosa.

Um homem identificado como Raí Fernandes morreu no confronto com a PM, e surgiram interpretações favoráveis ao investigado de que ele seria um simples pastorador de animais e sem registro de crimes em seu nome. A notícia plantada nas redes sociais foi vista como tentativa de enodoar o trabalho da polícia.

No mesmo dia, o blog Jair Sampaio chegou a noticiar com exclusividade que o investigado morto na ação ia responder por um possível roubo de uma moto. A vítima chegou a procurar a polícia, mas com repercussão do caso, recuou e relatou ameaças, retirando tudo que tinha dito a respeito de Raí Fernandes.

Com exclusividade, o blog Jair Sampaio recebeu uma informação supra-sigilosa que afirma que o Exame Residuográfico deu positivo e ratifica que a polícia reagiu para não perder nenhum de seus homens. Laudo aponta pólvora nas duas mãos do suspeito morto na troca de tiros com a PM de Serra Negra do Norte.

Bem, fácil presumir! Se tinha pólvora nas duas mãos do investigado, supõe-se que estava armado e ainda a efetuou tiros. O Exame Residuográfico é uma prova pericial e será anexado no processo que trata da ocorrência, o que aponta que a polícia apenas se defendeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário