quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Advogado acusado de planejar morte de radialista no Seridó potiguar vai a júri popular nesta quarta (21)

Rivaldo Dantas de Farias é o último a sentar no banco do réus. Mototaxista, ex-pastor e comerciante já foram condenados pela morte de F. Gomes, assassinado em 2010, em Caicó.

Por Anderson Barbosa, G1 RN
Advogado Rivaldo Dantas de Farias foi preso no mês passado, em operação do MP — Foto: Rosivan Amaral

Está previsto para começar às 8h desta quarta-feira (21), em Natal, o júri popular do advogado Rivaldo Dantas de Farias, um dos quatro acusados de planejar a morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, assassinado a tiros em 18 de outubro de 2010 na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. O julgamento acontece no Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul da capital potiguar.

Rivaldo, que aguardava o julgamento em liberdade, foi preso preventivamente no mês passado em uma operação realizada pelo Ministério Público. O mandado foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Natal, atendendo pedido da 15ª Promotoria de Justiça. O advogado responde pelo crime de homicídio triplamente qualificado: motivo fútil, emboscada e morte mediante promessa de recompensa.

O motivo do pedido de prisão feito pelo MP foi para que o réu não atrapalhasse o andamento do processo. Por ser advogado, Rivaldo ficou detido no Comando Geral da Polícia Militar, em Natal.
Radialista F. Gomes foi morto em 2010, em Caicó — Foto: Paulo Júnior/Cedida

Nenhum comentário:

Postar um comentário