quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Ministro Sérgio Moro autoriza envio de tropas da Força Nacional para o Ceará em meio a motim de policiais

Senador licenciado Cid Gomes foi baleado na tarde desta quarta-feira quando tentava entrar em batalhão militar com retroescavadeira.

Por G1 CE
Força Nacional atuou na Segurança no Ceará durante a onda de ataques. — Foto: José Leomar/SVM

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou nesta quarta-feira (19) o envio da Força Nacional para o Ceará "a fim de proteger a população cearense, em razão de movimento paredista por parte das polícias estaduais do Ceará".

O envio será feito nesta quinta-feira (20) e deve permanecer no estado por 30 dias, conforme portaria assinada por Sérgio Moro.

"A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública", detalha a portaria.

O envio ocorre em meio ao motim de policiais militares que reivindicam aumento salarial. Um projeto que tramita na Assembleia Legislativa do Ceará aumento o salário de um soldado militar de R$ 3,2 mil para R$ 4,5 mil, em reajuste progressivo até 2022.
Senador licenciado Cid Gomes foi baleado ao tentar furar bloqueio de manifestantes em Sobral, no Ceará — Foto: Reprodução/Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário