sábado, 18 de abril de 2020

BOMBOU: #ForaMaia vai a quase 2 milhões e Twitter para de exibi-la

Eram 17h30 de sexta-feira (17) quando o Twitter parou de exibir a #ForaMaia na sua lista de trending topics no Brasil. Nesse momento, Rodrigo Maia havia quebrado um recorde com 1,6 milhão de posts publicados nessa rede social desde o início da noite de ontem, quinta-feira, com 12 hashtags contra ele, além da principal.

É o equivalente 34% a tudo que se comentou em torno do seu nome no Twitter nos últimos 12 meses e, considerando apenas tweets negativos, 71% desde janeiro de 2020. Foi o maior ataque da história contra o presidente da Câmara dos Deputados.

A ação seguiu o padrão dos fluxos bolsonaristas nas redes sociais, mas seria um falso positivo atribuir o resultado apenas ao uso de robôs, especialmente o Twitter, que já negou a existência dessa capacidade de manipulação em larga escala do seu algoritmo no Brasil.

Durante as últimas 24 horas, a onda contra Maia se espalhou em vários pontos da Internet e os fluxos se interconectaram. Era possível encontrar seus efeitos em sites de notícias, no Facebook, Instagram, Youtube, Google Brasil e em grupos no WhatsApp e no Telegram. No Instagram, a #ForaMaia alcançou 77 mil publicações em vários perfis.

Só no Twitter entraram em ação 238 mil perfis que, em média, publicaram sete posts contra Maia. Desse volume, 14% eram publicações originais e 49% RTs, quando os perfis atuam em sincronia para ampliar o raio de propagação digital de uma mensagem.

Só para constar: não foi 1 milhão e 500 mil tuitadas que o Nhonho Maia Botafogo da Odebrecht ganhou com a tag #ForaMaia como alguns contabilizaram. 

Foram mais de 1 milhão e 700 mil