domingo, 17 de maio de 2020

79º Homicidio em Mossoró 2020: Homem de 30 anos é morto a tiros no Pirrichil Bairro Alto São Manoel

A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou na manhã deste sábado 16 de maio de 2020, o segundo homicídio a bala na região do Pirrichil, no Grande Alto de São Manoel.

Francisco Fernandes Macêdo, o "Chico Noiado" de 30 anos, foi encontrado morto com op corpo crivado de balas, dentro de uma galeria, na Rua General Péricles. A Polícia Militar já tinha ido naquela localidade, por volta das 03h30min, quando populares ligaram para o 190 informando que estava ocorrendo disparos de arma de fogo no local.

As viaturas do 12º BPM realizaram buscas, na região mas não encontraram nada. Por volta das 06h00min desta manhã a PM foi acionada outra vez para o local e desta vez, após buscas localizou o corpo que estava dentro de uma galeria no matagal em local de difícil acesso.

A equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local e retirou o corpo para ser periciado pela equipe do ITEP. Segundo a perita criminal, Emanuella Pinheiro, a vítima foi morta por disparos de arma de fogo e facadas. No corpo foram visualizadas mais de 11 perfurações de tiros, além das perfurações de instrumento perfurocortante.

O delegado de plantão Dr. Roberto Moura, esteve no local acompanhando o trabalho da perícia técnica e disse ao Blog Fim da Linha, que a morte de Francisco Fernandes Macedo, pode ter relação com o primeiro homicídio ocorrido no início da madrugada, onde o preso de justiça, Lucas Daniel Lima de Miranda, foi baleado naquela localidade e morreu na UPA do São Manoel.

Chico Noiado como era mais conhecido teria matado Lucas Daniel e os amigos dele, todos do mesmo bairro, revoltados, executaram Francisco Fernandes, que correu para o mato, mas acabou dendo morto.

O corpo foi recolhido do local com a ajuda dos Bombeiros e depois da perícia, encaminhado para o IML do Itep onde será examinado e depois liberado para os familiares. Mossoró chega neste sábado aos 79 homicídios no ano. Casa para ser investigado pela Delegacia de Homicidios (DHM).
Fonte: Fim da Linha