segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Datafolha: Como o bolsonarismo está virando o jogo no Nordeste

O presidente Jair Bolsonaro vive um bom momento em relação à popularidade — inclusive, quem diria, no Nordeste. Levantamento divulgado pelo Datafolha nesta sexta-feira (14) apontou que a sua aprovação é a maior desde o início do mandato, com 37% dos brasileiros considerando o seu governo ótimo ou bom. Na semana passada, pesquisa do PoderData mostrou que Bolsonaro lidera a corrida presidencial para 2022, com 24 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Fernando Haddad (PT).

Tanto a pesquisa do Datafolha quanto a do Poder360 indicam que Bolsonaro está ampliando sua base de apoio no Nordeste. Hoje, o percentual de moradores da região que consideram o governo ótimo e bom é de 33%, segundo o Datafolha; o mesmo índice era de 17% em agosto de 2019. E as intenções de voto para Bolsonaro no Nordeste somam 37%. Haddad tem 13%.

A ampliação da popularidade do presidente da República no Nordeste é significativa porque a região foi a única em que ele foi derrotado na eleição de 2018. Bolsonaro não foi o mais votado em nenhum dos nove estados da região. Além disso, foi no Nordeste que o PT conquistou seus quatro governos estaduais em 2018: Rio Grande do Norte, Piauí, Ceará e Bahia. E o Nordeste é também a terra do governador Flávio Dino (PCdoB-MA), que tem se colocado como liderança nacional da esquerda e candidato à sucessão de Bolsonaro em 2022.

Em um passado recente, o Nordeste foi a região do país que deu índices de aprovação mais elevados à gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que governou o país entre 2003 e 2010.