segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Secretaria de Segurança do RN registra 56 ocorrências nas eleições municipais

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
O Rio Grande do Norte registrou 56 ocorrências diretamente ligadas às eleições municipais neste domingo (15). O balanço foi feito pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Do total de ocorrências, 27 resultaram em prisão ou condução à delegacia, sendo quatro de candidatos e 23 de eleitores. Os tipos de crime que mais foram constatados foram: bocas de urna (19), crimes de desobediência (9), compras de voto (5), registros de ameaça (3) e homicídios tentados contra candidatos (2).

Os casos aconteceram em várias cidades. Em Acari, um candidato a vereador foi preso por distribuir “santinhos”. Em Ouro Branco, onze pessoas foram presas por boca de urna. Em Caicó, 17 pessoas foram detidas por aglomeração com uniformes e broches padronizados, o que é proibido por lei.

De acordo secretário de Segurança, coronel Francisco Araújo, as ocorrências foram registradas nas delegacias, mas ainda serão apuradas. “As condutas que levaram ao encaminhamento de pessoas até as delegacias ou atos de prisão em flagrantes, estão sob responsabilidade da Polícia Federal e da Polícia Civil”, disse

“A Sesed não registrou nenhuma ocorrência de maior potencial ofensivo no estado”, concluiu o coronel, que considerou a Operação Eleições 2020 exitosa.

A ação foi realizada de maneira integrada, envolvendo todas as instituições de segurança pública estadual, forças federais e guardas municipais. Cerca de 15 mil agentes participaram da operação durante todo o final de semana, dando cobertura a 1.539 locais de votação em 167 cidades.

Veja a lista de ocorrências


Crimes contra candidatos
3 ameaças contra candidatos
2 homicídios tentados (sendo um desses registrado em outubro)

Crimes eleitorais
19 bocas de urna
9 desobediências às ordens
5 compras de voto
2 transportes de eleitores
2 impedimento ou embaraço ao exercício do voto
2 falsidades ideológica
2 fatos e imputações inverídicas (fake news)
1 desordem que prejudique os trabalhos eleitorais

Crimes comuns relacionados às eleições
4 lesões corporais
4 ameaças
1 homicídio tentado