quinta-feira, 18 de março de 2021

Pistoleiro caicoense é preso pela Polícia Civil em Campina Grande

O caicoense Vandeilson Xavier de Araújo, apelidado de “Matuto”, que tem 40 anos de idade, foi preso por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos da Polícia Civil de Campina Grande/PB. Pistoleiro profissional, Matuto seguia ordens de uma facção criminosa no Rio Grande do Norte.

De acordo com o que foi apurado, o mandado de prisão de Matuto foi expedido pela Comarca de Nísia Floresta-RN. Ele responde a 5 crimes e é condenado a 29 anos de prisão por homicídio. Matuto já foi preso no RN e em mãos possuía uma lista com nomes que seriam mortos.

Em uma abordagem policial, no Rio Grande do Norte, “Matuto” havia sido flagrado com uma relação de nomes que seriam mortas pela facção a qual ele pertence. Em outra ocasião, os policiais encontraram uma farda da Polícia Militar com o nome de um cabo da PM, assassinado em São Gonçalo do Amarante.

Na lita de crimes de Vandeilson Xavier constam mortes, tráfico de drogas, e outros crimes por associação criminosa. Em 2016 chegou foi solto e à noite fez comemoração com amigos da facção que pertecen, de lá para cá não foi mais visto, sendo preso agora, mais de 5 anos depois. Ele fica à disposição do Poder Judiciário.
Com informações de Sidney Silva