sábado, 29 de maio de 2021

Governador afasta comandante e policiais militares envolvidos em agressão a vereadora do Recife em protesto contra Bolsonaro

Caso ocorreu neste sábado (29), no Centro do Recife. Liana Cirne (PT) precisou ser socorrida. Policiais militares também atiraram balas de borracha e gás lacrimogêneo contra manifestantes.
Por G1 PE
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou que o comandante e demais policiais militares envolvidos na agressão à vereadora do Recife Liana Cirne (PT) foram afastados das funções e serão investigados (veja vídeo acima). Ela foi atingida por spray de pimenta durante a repressão a um protesto contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), no Centro da cidade, neste sábado (29).

Mais cedo, a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), afirmou que a dispersão do protesto, que ocorria de forma pacífica, não foi autorizada pelo governo do estado. Paulo Câmara, no entanto, se referiu especificamente à agressão contra a vereadora, que foi socorrida depois da ação dos policiais.