quarta-feira, 12 de maio de 2021

Polícia apreende sete fuzis, 6 mil munições e 20 quilos de explosivos em Natal; dois são presos

Deicor acredita que armamento pesado era usado para assaltos a carros-fortes e explosão de bancos no estado.
Por G1 RN
Policiais da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) apreenderam nesta quarta-feira (12) armamento pesado, explosivos e mais de 6 mil munições em uma operação no bairro de Candelária, na Zona Sul de Natal. Dois homens foram presos, entre eles um chamado de "Senhor das Armas".

Foram apreendidos, ao todo, sete fuzis - dentre eles ponto 50, 762 e calibre 556 -, cinco pistolas 9 mm e um revólver calibre 38. Ao todo, foram mais de 20 quilos de explosivos e mais de 6 mil munições de grosso calibre, segundo o delegado Luciano Augusto, da Deicor. "Um fuzil desse é avaliado em cerca de R$ 80 mil a R$ 90 mil", disse.

"O armamento era basicamente empregado para explodir banco, assaltar carros-fortes", explicou o delegado. Segundo ele, o grupo também usava dois veículos blindados, que também foram apreendidos.
Bandidos também usavam carros blindados, que foram apreendidos — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

"Foi a primeira vez que a gente conseguiu identificar que a quadrilha fazia uso de carros blindados. Então a gente imagina que seja pra própria proteção deles, em relação à facção rival, ou alguma tomada de assalto do armamento que eles trafegam pelas vias dos estados do Nordeste".

Um dos presos, segundo a Deicor, era conhecido como Senhor das Armas, e já tinha sido presos outras vezes. A Polícia Civil acredita que ele era o principal responsável por comercializar armas de grosso calibre no estado.

"Ele já tinha 16 passagens por diversos delitos no Nordeste. Nós conseguimos identificá-lo como o comercializador de armas de fogo de grosso calibre no RN. É um dos principais que trazia as armas pra cá", disse o delegado Luciano Augusto.