sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Em horário de líderes, parlamentares abordam segurança pública e ação social

No horário destinado aos líderes, durante a sessão plenária híbrida, se pronunciaram os deputados Francisco do PT e Ubaldo Fernandes (PL). As questões relativas aos policiais militares, bombeiros e operadores da segurança pública no RN foram destaques no discurso de Francisco.

“Vemos cobranças legítimas dos colegas parlamentares relativas à segurança pública, que está muito bem representada no plenário pelos colegas Coronel Azevedo e Subtenente Eliabe, mas todos nós sempre apoiamos qualquer projeto ou pauta relativo (à segurança). Mas também é preciso dizer que já avançamos e continuaremos”, afirmou Francisco.

O parlamentar citou as ações do atual governo em prol da segurança pública. “Há 15 anos tinha concurso para a PM e a professora Fátima Bezerra destravou, chamou mais de mil novos policiais que já estão nas ruas e agora têm mais 300 em processo de formação, então isso é um avanço importante, não se pode deixar de reconhecer”, frisou o deputado.

Francisco citou investimentos na área e disse que está em curso o processo de aquisição de novo fardamento, mais moderno, que irá oferecer mais conforto no dia a dia. Também mencionou a entrega de novas viaturas e a licitação para locação de novos veículos. “Também de 2019 para cá votamos uma série de leis valorizando o salário dos policiais, bombeiros e operadores de segurança. Votamos leis que garantem a promoção nas mais diversas patentes e temos ainda a questão das diárias operacionais”, disse.

“Ainda há necessidade de avanços importantes, mas não se pode deixar de reconhecer os avanços que já tivemos”, disse. O deputado finalizou sua participação solicitando que seja enviado para a Casa projeto de lei atualizando o plano de cargos e salários dos servidores do Detran.

A necessidade de aprimorar a logística do Programa do Leite foi o tema principal no pronunciamento do deputado Ubaldo Fernandes. O deputado afirmou que há dificuldades para implantação e monitoramento e fez um apelo à Secretaria de Ação Social para que aumente a cota de distribuição. “Principalmente na zona Norte de Natal, em bairros com volume da população carente que precisa desse apoio assistencial e da complementação alimentar”, afirmou.

Ubaldo citou a comunidade Paraíso, em Igapó, aonde somente num distribuidor houve queda de 350 para 100 beneficiados. O deputado também cobrou melhorias para as escolas.