terça-feira, 17 de agosto de 2021

Porta-voz do Talibã diz que 'Afeganistão será livre de drogas'

Em coletiva de imprensa nesta terça-feira (17), um porta-voz do grupo islâmico Talibã disse que o Afeganistão será livre de drogas. No último fim de semana, o grupo extremista tomou a cidade de Cabul, capital do país, retomando o poder após quase 20 anos.

"A partir de agora ninguém mais estará envolvido no tráfico de drogas no Afeganistão, seremos um país livre de drogas", afirmou Zabihullah Mujahid.

Em 2016, a Forbes listou o grupo como o quinto mais rico entre 10 organizações consideradas terroristas. Segundo a revista, o faturamento do Talibã era de US$ 400 milhões na época.

Autoridades internacionais alegam que os negócios prosperam devido ao tráfico de drogas, de extorsão e cobrança impostos de fazendeiros de papoula (matéria-prima da droga ópio), da mineração e de doações de fundos de assistencialismo.

Um relatório desenvolvido pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), estima que o orçamento do grupo para atuar em 2019 e 2020 foi de US$1,6 bilhão, sendo que a maioria vindo de fontes ilícitas.

Segundo o porta-voz, a ideia do grupo que retomou o poder no país do Oriente Médio é manter os postos internacionais, como embaixadas e representantes políticos e não "ameaçá-los".

"Nós queremos assegurar todos os postos internacionais, as embaixadas, os representantes políticos, que não queremos ameaçá-los", disse.
CNN - Brasil