domingo, 24 de outubro de 2021

Sindicato entra com ação na Justiça contra venda da refinaria Clara Camarão e outros ativos da Petrobras no RN

Empresa já recebeu proposta superior a R$ 1 bilhão por ativos do Polo Potiguar.
Por g1 RN
Refinaria Clara Camarão, em Guamaré, RN (Arquivo) — Foto: Igor Jácome/G1
O Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte entrou com uma ação popular no Tribunal Regional Federal da 5ª Região contra a venda da refinaria Clara Camarão, localizada em Guamaré, além de outros ativos da Petrobras no estado.

A categoria recorreu à segunda instância da Justiça Federal após ter o mesmo pedido negado na primeira.

De acordo com o sindicato, o objetivo do processo seria conter o avanço das negociações "e evitar danos econômicos, sociais e ambientais irrevogáveis" para o estado.

Procurada, a Petrobras informou que não comentaria o processo.

O Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte entrou com uma ação popular no Tribunal Regional Federal da 5ª Região contra a venda da refinaria Clara Camarão, localizada em Guamaré, além de outros ativos da Petrobras no estado.

A categoria recorreu à segunda instância da Justiça Federal após ter o mesmo pedido negado na primeira.

De acordo com o sindicato, o objetivo do processo seria conter o avanço das negociações "e evitar danos econômicos, sociais e ambientais irrevogáveis" para o estado.

Procurada, a Petrobras informou que não comentaria o processo.