segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Fotógrafo potiguar registra sangria de açudes e alegria do sertanejo na zona rural de Currais Novos

Açude Francisco Cardoso. Povoado São Sebastião — Foto: Heber Farias
Sangria de açudes, plantações e animais são algumas das imagens de Heber Farias.

Por Lucas Cortez, Inter TV Cabugi
A zona rural de Currais Novos, na região Seridó do Rio Grande do Norte, está festejando as cheias causadas pela chuvas dos últimos dias. Em várias comunidades os açudes sangraram e pescadores estão lançando as redes para pescar peixes e agricultores com hortas crescendo. No meio de tanta fartura, o fotógrafo Heber Farias, que mora no Sítio São Miguel, dedica parte do dia a registrar as belezas naturais ao seu redor.
Sangria de açude em Currais Novos — Foto: Heber Farias
"Como sou amante e apaixonado pela biodiversidade da nossa caatinga, não poderia jamais deixar de registrar esses momentos maravilhosos que estão acontecendo no início desse ano", diz Heber.

No último sábado, dia 19 de fevereiro, o fotógrafo capturou imagens no povoado São Sebastião. Por lá as imagens foram de pescaria no açude Francisco Cardoso, que sangrou com as últimas chuvas. Além do cultivo de hortaliças na margem do manancial.

Na comunidade São Luiz, nas primeiras chuvas do ano, no final de janeiro, Heber registou um cachorro molhado e assustado com a sangria de um barreiro no sítio Veneza.
Comunidade São Luiz — Foto: Heber Farias
"O cachorro estava assustado mesmo, aí aproveitei para registrar o momento. Talvez tenha sido a primeira vez que ele tenha visto uma correnteza", relata o fotógrafo, que tem 58 anos e desde os 14 exerce a função como profissão e hobby.

Outras locais registrados nesse ano foram o sítio São Miguel, local em que mora, e o povoado Cruz. Confira abaixo outras imagens.