segunda-feira, 7 de março de 2022

Prefeitura de Natal decreta situação de emergência após chuva alagar ruas e abrir crateras na cidade

Precipitações com mais de 150 milímetros foram registradas entre o sábado (5) e domingo (6) na capital.
Por g1 RN
A prefeitura de Natal publicou nesta segunda-feira (7) um decreto que declara situação de emergência em áreas do município afetadas pelas chuvas intensas que caíram durante o último fim de semana na capital potiguar. A medida já está em vigor e vale por 180 dias.

O decreto ainda prevê convocação de voluntários e a desapropriação de imóveis em áreas de risco, entre outras ações.

Segundo o município, as precipitações entre a noite de sábado (5) e a manhã de domingo (6) somaram 156 mm de água, o que causou transbordamento de lagoas de captação e alagamentos, crateras abertas em várias regiões da cidade, redes de drenagem afetadas, pequenos deslizamentos em áreas de encostas, queda de árvores e casas interditadas por causa do risco de desabamento.

Ainda segundo o decreto municipal, há pessoas desalojadas - o número ainda não foi informado.

O decreto municipal autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), nas "ações de resposta ao desastre".

Também autoriza a convocação de voluntários para reforçar as "ações de resposta ao desastre" e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade, para facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre.