quinta-feira, 21 de junho de 2018

Grupo cearense suspeito de assaltos a bancos é preso com explosivos, detonadores e escopeta 12 no Vingt Rosado em Mossoró RN

Delânio Maia Fernandes                    José Eliano da Silva Maia                    Roniel Maia de Almeida
A Divisão de Polícia do Oeste (Divipoe) sob a coordenação do delegado Renato Oliveira, prendeu na tarde desta quarta feira 20 de junho de 2018, três cearenses suspeitos de participar de uma quadrilha especializada em assaltos a instituições financeiras.

O Trio que segundo o delegado é procedente de Tabuleiro do Norte, no estado do Ceará e que estava em Mossoró RN se articulando para realizar ações criminosas na cidade, foi preso em duas residências localizadas no Conjunto Vingt Rosado.

Em uma das casas, os policiais encontraram quatro bananas de dinamites, cordão detonantes e uma escopeta calibre 12 de repetição com capacidade para oito munições. Dois carros, sendo um Celta e um Gol também foram apreendidos durante a ação da Divipoe.

Foram presos: Delânio Maia Fernandes, José Eliano da Silva Maia e Roniel Maia de Almeida, todos naturais e residentes em Tabuleiro do Norte no estado do Ceará. De acordo com o delegado Renato Oliveira, há dois mandados de prisão em abertos, contra Delânio Maia na comarca daquela cidade cearense.

O titular da Divipoe, informou ainda que Delânio é acusado de envolvimento em crimes de roubo a bancos, pistolagem e sequestros no estado do Ceará e no Rio Grande do Norte é suspeito de uma homicídio contra uma mulher na cidade de Alto Rodrigues.

Segundo informações, a equipe da Divipoe chegou até o grupo, através de denuncias anônimas pelo Disk-Denúncia. Os denunciantes relatavam que havia um movimento intenso de veículos desconhecidos em uma casa no Conjunto Vingt Rosado. Os agentes passaram a monitorar o grupo suspeito e nesta tarde resolveram abordar a residência.

Os três cearenses presos e o material apreendido, foram encaminhados à sede da Divisão de Polícia do Oeste e apresentados do Delegado Renato Oliveira, para que a autoridade Policial adote as medidas cabíveis.
Fonte: Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário