terça-feira, 17 de março de 2020

Major Olímpio e Doria trocam ofensas e quase se agridem em São Paulo

O senador Major Olímpio (PSL-SP) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), discutiram e quase se agrediram durante um evento na capital paulista nesta segunda-feira, 16. Nas redes sociais, vídeos revelam o momento da troca de ofensas.

As imagens mostram o senador tentando chegar perto de Doria na entrada do prédio. Em seguida, os dois brigaram e precisaram ser contidos. Major Olímpio foi retirado do prédio e discutiu com os seguranças do governador. “Fujão, fujão. Você não tem respeito”, gritou o senador.

O caso ocorreu no Departamento de Operações Policiais Estratégicas, que fica no centro da cidade. Assista:
Em um vídeo, o senador explicou sua versão dos fatos e criticou a conduta de Doria. “Lamentável, atitude covarde do João Doria. Não comigo, comigo que se dane, mas com os policiais de São Paulo. Não vai ficar barato isso”, enfatizou.

“Doria convocou policiais para ficarem desde as 7 horas da manhã para fazerem imagens com ele. Os policiais me acionaram, fui para frente do Dope. Como não fui convidado para entrar, não ingressei no prédio, eu e o deputado federal Coronel Tadeu, com a minha caixinha de som, ficamos fazendo falas. Ele começou a me dizer impropérios e, obviamente protegido pela segurança, fez com que a segurança me colocasse para fora do evento”, declarou.
Por Jair Sampaio