segunda-feira, 30 de março de 2020

OMS diz que contágio do novo coronavírus está passando 'das ruas' para 'dentro das famílias' e reforça necessidade de isolamento social

O diretor-executivo da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, afirmou nesta segunda-feira (30) que a transmissão do novo coronavírus em várias partes do mundo está ultrapassando "as ruas" e sendo levada para "dentro das famílias". A entidade reforçou a necessidade de isolamento social nos países que têm transmissão comunitária e da realização de testes para todos os casos suspeitos.

“O ideal é que a quarentena ocorra em um lugar que não seja a casa [do infectado], porque esse doente pode infectar sua família. Mas isso não é sempre possível”, pondera Ryan. Para os casos em que o doente faz a quarentena em casa, o diretor diz que é essencial que o sistema de saúde monitore todos os membros da família durante o isolamento.

"Nesse momento, na maior parte do mundo, estão ocorrendo transmissões dentro de casa, no nível familiar. De certo modo, a transmissão vem das ruas e é levada para dentro da unidade familiar”, apontou o diretor executivo, complementando que, mais que colocar em quarentena, o sistema de saúde precisa “detectar rapidamente os doentes dentre os contatos [dos infectados]."