sexta-feira, 10 de abril de 2020

Desativada, fábrica de vodka Samanaú produzirá álcool 70%. Instituições serão beneficiadas com 5 toneladas

A fábrica desativada da vodka Samanaú retomará suas atividades para um novo modelo de empreendimento: fabricará álcool 70% e levará o nome de DONA SANTA, o que vai gerar emprego e renda para o Seridó. Calcula-se também que sua produção normalizará o tão importante mercado do inflamável na região.

As operações para a fabricação do álcool 70% Dona Santa vão começar na próxima segunda feira, e sua produção inicial, que será de aproximadamente 10 mil litros, já está vendida. A empresa detentora da marca Samanaú garante que instituições da cidade de Caicó serão beneficiadas com 5 toneladas de álcool.

Os modernos equipamentos que eram usados para fabricação da vodka Samanaú têm capacidade de produzir até 20 mil litros por dia de álcool 70%, o que equilibrará o mercado em todo o Rio Grande do Norte. Para o grupo Samanaú, o mais importante é fazer com que o produto desacelere o preço e o mercado se mantenha totalmente abastecido.
Fonte: Jair Sampaio