terça-feira, 18 de agosto de 2020

Comissão do coronavírus debate medidas de retorno às aulas em escolas privadas

Crédito da Foto: Eduardo Maia
Durante a reunião da Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus, na tarde desta segunda-feira (17), foram discutidos os impactos da pandemia na educação pública e privada do Rio Grande do Norte, bem como as condições para o retorno das atividades escolares no Estado.

Representando o Centro de Educação Integrada - Romualdo Galvão, Cristine Rosado apresentou argumentos a favor da retomada das aulas presenciais, sob a concordância dos pais. “A nossa insistência para o retorno dos trabalhos se baseia no fato de que é na escola que o aluno se desenvolve, cresce e aprende. Além disso, depois da sua casa, é o ambiente mais seguro para o aluno estar”, disse.

Ela destacou também os protocolos sérios e rigorosos que estão sendo utilizados pelas instituições. “Nós só estamos pleiteando o retorno porque temos segurança nos nossos protocolos. Nossos professores e demais funcionários já estão treinados. Até os donos de transportes escolares foram orientados. Nós também temos filhos. É claro que nossa maior preocupação é com a segurança das crianças e adolescentes. E o nosso retorno vai servir de base até para apoiar a volta das escolas públicas também”, explicou.