sexta-feira, 18 de setembro de 2020

FRANCISCO DO PT JUSTIFICA CADASTRAMENTO DE USUÁRIOS NOS RESTAURANTES POPULARES

O deputado estadual Francisco do PT usou o horário das lideranças na sessão desta quinta-feira (17) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, para esclarecer os questionamentos levantados sobre a realização de um cadastramento de usuários do Restaurante Popular em São José de Mipibu. O assunto foi levando ao plenário pela deputada Cristiane Dantas (SDD) na quarta-feira (16).

“Não tem nenhuma conotação de natureza eleitoral, nem de monitoramento dos usuários do programa. As medidas visam dar eficiência e efetividade aos programas Restaurante Popular, Café Cidadão e Sopa Cidadã, programas que funcionam há vários governos”, disse Francisco do PT.

Nos primeiros 180 dias da gestão Fátima Bezerra (PT), os três programas passaram por auditoria conjunta realizada pela Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Controladoria Geral e TCE. Francisco do PT lembrou que essas auditorias apontaram alguns problemas, entre eles a inexistência de mecanismo de controle do quantitativo de refeições servidas nos restaurantes.

De acordo com o petista, o objetivo do Governo é, após concluir os cadastramentos, realizar a informatização do sistema, concedendo a cada usuário uma carteira de identificação. O documento permitiria ao Estado contabilizar quantas refeições estariam sendo servidas em cada programa citado.

A própria Cristiane Dantas usou o horário das lideranças, em seguida, para destacar dessa vez o Setembro Verde, campanha de conscientização realizada este mês a favor da doação de órgãos. A parlamentar lamentou a grande queda na quantidade de doações neste período de pandemia.