domingo, 6 de setembro de 2020

Justiça de São Paulo expede novo mandado de prisão contra médico investigado em esquema de venda de vagas em universidade paulista

A justiça de Assis, no estado de São Paulo, expediu um novo mandado de prisão temporária, contra o médico Adolfo Araújo Bezerra, 27 anos, prorrogando sua prisão por mais cinco dias. O mandado judicial chegou neste sábado 05 de setembro, à Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Mossoró.

Hoje completaram os cinco dias da prisão do médico, investigado em um esquema fraudulento de vendas de vagas em concurso de medicina em universidade paulista. Segundo a investigação da Polícia Civil de Assis no interior paulista, o médico prestava o concurso vestibular no lugar do candidato inscrito, para que este prestasse o curso de medicina.

Adolfo Araújo Bezerra foi preso em Mossoró no último dia 02 durante uma operação da Polícia Civil de São Paulo com apoio de agentes da Delegacia Regional de Mossoró. De acordo com a Polícia Civil, o médico é suspeito de estelionato, associação criminosa e falsificação de documentos públicos.

Agentes da Polícia Civil da Delegacia de Plantão, vão ainda hoje, à Cadeia Pública de Mossoró, onde o médico está preso, para dar cumprimento ao novo mandado de prisão expedido pela justiça paulista.
Fonte Fim da Linha