terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Francisco do PT destaca indicação do Geoparque Seridó pela Unesco

A possibilidade do Geoparque Seridó integrar a Rede Mundial de Geoparques, num reconhecimento da Unesco, foi comemorada pelo deputado Francisco do PT. O parlamentar destacou a importância do geoparque durante seu pronunciamento na sessão plenária híbrida desta terça-feira (14).

“Quero trazer com muita alegria que entre as oito propostas aceitas pelo Conselho Mundial da Unesco, duas são do Brasil, com o Geoparque Seridó e o outro o Caminho dos Cânions do Sul, no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Aguardaremos ansiosamente até abril de 2022 para a decisão final, para mais uma etapa que esperamos vencer”, comemorou o deputado.

Francisco citou que na sexta reunião estatutária, entre os dias 8 e 11 de dezembro, o Conselho Mundial de Geoparques da Unesco avaliou solicitação de aspirantes a geoparques e como resultado desse exame minucioso, com a presença de mais de 50 observadores e representantes de mais de 30 estados membros, o conselho propôs a indicação de novos geoparques mundiais.

“Parabenizamos a todos que fazem o Geoparque Seridó e aos amigos dos Cânions do Sul. Tenho apoiado e levantado essa bandeira desde a época em que fui vereador e prefeito e na condição de deputado estadual tenho apoiado e levantado essa bandeira”, afirmou o deputado, informando que seu mandato destinou emenda parlamentar para a aquisição de insumos e equipamentos a fim de que o geoparque tenha o funcionamento adequado.

Francisco parabenizou a UFRN através do professor Marcos Nascimento e a todas as instituições envolvidas, bem como o Consórcio Geoparque, presidido pelo prefeito Odon Júnior, de Currais Novos, município sede. “Foi uma conquista para a interiorização do turismo, a atividade econômica será referenciada”, disse.

GEOPARQUE SERIDÓ - O Geoparque Seridó compreende seis municípios do Rio Grande do Norte: Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas, totalizando mais de 2,8 mil km² na Caatinga, bioma único do mundo. Em todo o seu território, o turista pode acompanhar diversas atividades que contemplam a cultura local, a história, a gastronomia e a natureza, além de materiais geológicos, como rochas metamórficas do período Paleoproterozoico, que datam até 2 bilhões de anos.