domingo, 27 de fevereiro de 2022

Moraes ordena e Telegram bloqueia conta de apoiador de Bolsonaro

Três canais no Telegram que eram ligados ao influenciador Allan dos Santos foram bloqueados neste sábado (26). Quem ordenou a ação foi o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Essa é a primeira ordem judicial brasileira que o aplicativo cumpre. Anteriormente o Telegram havia ignorado decisões do próprio Moraes e tentativas de contatos de autoridades que atuam no combate à desinformação.

Allan dos Santos está sendo investigado em inquérito de relatoria do ministro sob a suspeita de fazer parte de uma milícia digital que atua no ataque a instituições, como o STF.

O bloqueio não aconteceu de uma hora para outra. Na última sexta-feira (26), Moraes ameaçou bloquear o Telegram pelo prazo inicial de 48 horas e implicar multa de R$ 100 mil ao aplicativo, caso não suspendesse os perfis ligados a Allan.