terça-feira, 8 de março de 2022

Ezequiel homenageia mulheres e memória do ex-governador do RN, Geraldo Melo

Crédito da Foto: Eduardo Maia
O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), apresentou na sessão ordinária desta terça-feira (08) voto de pesar pela morte do ex-governador e ex-senador Geraldo Melo (PSDB). O requerimento foi subscrito por todos os parlamentares. Ezequiel aproveitou ainda, para, antes do voto de pesar, registrar os parabéns para as mulheres potiguares pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira (08). “Parabenizar e abraçar a todas as mulheres que compõem o Legislativa e do RN. Elas que são essenciais em nossas vidas. Em especial congratulo minha mãe (Letícia) e minha esposa (Ingrid)”, registrou.

Sobre Geraldo, Ezequiel disse que “a política e o Rio Grande do Norte perderam um dos seus melhores homens. Ele não foi apenas cumpridor dos seus deveres de homem comum. Grande homem público, como político, sua atividade se estendeu a todos os assuntos que enobrecem e dignificam o ideal de servir. Onde houvesse vibração, flama e calor humanos, lá estava Geraldo Melo vencendo as nuvens escuras que pudessem lhe cercar”.

Geraldo Melo tratava um câncer desde o ano passado e tinha 86 anos. Foi governador do RN entre os anos de 1987 e 1991 e senador entre 1995 e 2003, sendo considerado um dos maiores oradores da sua geração, chegando inclusive a ocupar a vice-presidência do Senado.

Em 2021, foi eleito novo imortal da Academia Norte-riograndense de Letras (ANL), para a cadeira número 32. “O ‘tamborete’ Geraldo nos deixa um grande legado: o de fazer política fazendo amigos. O seu legado reveste-se também da grandeza humana que lhe era própria, da lhaneza no trato, da vontade constante de ser útil e de fazer o bem, dos exemplos dignificantes que merecem maior atenção dos pósteros. Geraldo era um homem simples, de muitas palavras e muitas conquistas. Era um intelectual, um poeta, um político, um homem bom, um buscador de ideias e um pregador das boas causas. Por isso, o nome de Geraldo Melo compõe o rol dos bons políticos brasileiros, referência no RN, como governador, e no Brasil, como vice-presidente do Senado”, completou Ezequiel

Segundo o deputado, Geraldo Melo entendia que “a política é a arte de determinar como vamos viver juntos, conciliar nossos interesses e estabelecer regras de convivência”. Geraldo era casado com Ednólia Melo, ex-prefeita de Ceará-Mirim, com quem teve cinco filhos: Pedro, Gustavo, Jerônimo, Renata e Geraldinho.

“A todos os amigos e familiares, os mais sinceros votos de condolências e desejos para que Deus, na sua infinita bondade, ampare os corações e almas que sofrem com a partida nosso querido amigo Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo. Hoje, Geraldo Melo repousa na paz do ventre do seu estado e deixa a história da sua vida e o seu exemplo para se incorporarem à história política do Rio Grande do Norte”, finalizou Ezequiel.