quarta-feira, 15 de junho de 2022

Suspeito confessa assassinato de Dom Phillips e Bruno Pereira, dizem fontes da PF

Entretanto, Amarildo da Costa Oliveira afirmou aos policiais que outra pessoa foi responsável por atirar na dupla
CNN - Um dos principais suspeitos pelo desaparecimento do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira, Amarildo Oliveira da Costa, conhecido como Pelado, confessou ter participado do assassinato da dupla, que desapareceu na Amazônia no último dia 5. A informação foi passada por fontes da Polícia Federal à CNN nesta quarta-feira (15).

Aos policiais federais, Pelado afirmou, no entanto, que uma outra pessoa foi a responsável por atirar em Pereira e Phillips. O suspeito disse ainda que sua participação foi apenas no momento em que ajudou a enterrar os dois. Aos agentes, Pelado também contou que os corpos foram esquartejados e incinerados.

O suspeito foi questionado sobre a motivação do crime e, segundo fontes da PF disseram à CNN, ele admitiu que Pereira e Phillips foram assassinados por conta de denúncias sobre pesca ilegal na região.